Tag archive

Óquei Clube de Barcelos

Maus presságios

Agosto 16, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Ricardo Moreira

Bem-haja Barcelenses e caros leitores do Barcelos na Hora.

AÍ está o regresso do Campeonato Nacional de Futebol!!!



Para o meu Sporting Clube de Portugal, o final da época passada até foi bem positivo, em ascensão exibicional e de resultados (inclusive com a conquista da Taça de Portugal no final da época). Eis que a nova época desportiva começa de uma forma, pouco ou nada, condizente com aquilo que eu realmente esperava do meu Sporting 2019/20!

Desde o início, da pré-época que os presságios não eram nada bons! Não vencemos um único jogo de pré-época! E na final da Supertaça, foi o descalabro que se viu!

O nosso Presidente afirmou, nessa altura, que não era preocupante! Para mim, não era preocupante se estivéssemos a construir uma equipa quase nova! Mas este ano, não é essa a realidade! Não saiu praticamente ninguém do 11 base da época passada (ainda por cima, mesmo com tanta “telenovela”, mantivemos, pelo menos para já, o nosso melhor jogador: Bruno Fernandes), ainda gastámos uns 20/25 milhões para reforçar a equipa, para a tornar mais forte, mais capaz e eis que, para “mal dos nossos pecados”, a equipa joga bem pior, do que da forma que terminou a época passada!!!

Sim, porque não estou a falar só de que ainda não ganhámos um jogo nesta nova época! Mas sim, que jogo após jogo, a equipa tem demonstrado incapacidade defensiva, uma gritante incapacidade de recuperação no terreno de jogo e pouca, ou nenhuma, capacidade de pressão sobre os adversários. São constantes as falhas de marcação sobre os jogadores do meio-campo adversário. Aliada a estas incapacidades, é a distância em que jogam os nossos três sectores!!! Certos jogadores, como os extremos, passam grande parte do jogo encostados à linha, quase sem raio de ação! E o desaproveitamento de Bas Dost, que não é minimamente um construtor de jogo, mas obviamente, um jogador de área, um finalizador nato!!!!!

Isto sim, mais que os resultados, no meu ponto de vista, é já bem visível, e preocupante, nesta nova época 2019/20 do nosso Sporting Clube de Portugal!

Assim sendo, iniciámos o Campeonato Nacional com um empate no Funchal!

SC Marítimo 1-1 Sporting Clube de Portugal

Num terreno até tradicionalmente difícil para conquistarmos os 3 pontos, do mal o menos, conseguimos 1, pois a exibição não foi, de todo, merecedora de mais!

A “procissão ainda vai no adro”, mas precisamos, devemos, e temos plantel para fazer muito mais e melhor!!!!

O nosso Gil Vicente, neste regresso 13 anos depois (depois de tanta injustiça descabida), entrou logo, novamente, para a História! Estádio Cidade de Barcelos com quase 11 mil espectadores, colmatado com uma vitória sobre o FC Porto! Um regresso mais que perfeito! Agora que seja para continuar com este querer, esta vontade e esta dedicação, para nos mantermos, muitos e bons anos, entre os grandes do Futebol Português!

Já agora, havia muitos Gilistas/Portistas no estádio…assim como há de outros clubes, como eu sou Gilista/Sportinguista, e isso deve-se respeitar à mesma!

Não vamos é ser antis!!! Mesmo que sejam adeptos/simpatizantes de um clube dos “ditos grandes”, não deixem nunca de apoiar o clube da nossa terra!!! Somos Barcelenses, devemos ter orgulho nisso, na nossa Cidade, no nosso Gil Vicente, que muitas alegrias (tenho a plena convicção) nos irá dar nesta época do regresso, mais que merecido, ao principal escalão do Futebol Português!

Força Gil Vicente!!!!

O nosso OCB, que representa dignamente a nossa Cidade (inclusive por esse Mundo fora), este ano, ainda não começou o seu campeonato, também merece e precisa do apoio de todos os Barcelenses, para todos juntos, construirmos uma época de sucessos e conquistas!!!

Força OCB!!!

Desporto é Vida! Viva o Desporto com Respeito e Fair-Play!

Por: Ricardo Moreira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Óquei de Barcelos termina campeonato em 5º lugar

Maio 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Terminou ontem o Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, com o Óquei Clube de Barcelos (OCB) a visitar o Pavilhão João Rocha, casa do Sporting Clube de Portugal, tendo sido derrotado pela margem mínima: 4-3.



Com arbitragem de Jaime Vieira (AP Alentejo) e Joaquim Sequeira (AP Lisboa), o jogo contou com as seguintes constituições de equipas:

Sporting – Zé Diogo Macedo, Ferran Font, Raúl Marín, Vítor Hugo e Henrique Magalhães (cinco inicial); André Girão, Facundo Navarro, Caio, Toni Pérez e Gonzalo Romero (banco inicial); Paulo Freitas (treinador).

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Rúben Sousa (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O OCB esteve melhor na primeira parte, com dois golos em pouco tempo. Primeiro por Gonçalo Nunes, aos 9’, e, depois, por Alvarinho aos 11’. Aos 19’, Romero reduziu para 1-2 e, a menos de 30 segundos do final da primeira parte, Alvarinho falhou um livre direto.

Na segunda parte, o OCB chegou à 10ª falta, mas Font não conseguiu concretizar o livre direto, aos 5’. Um minuto depois, Joca Guimarães aumentou a vantagem para 1-3. Vítor Hugo, aos 12’, reduziu para 2-3. Aos 21’, Romero bisou e empatou o jogo a 3 golos. Dois minutos depois, Gonçalo Meira foi admoestado com um azul e Marín não se viu rogado, concretizando o livre direto e fechando o resultado em 4-3 para os da casa. Pelo meio, Rúben Sousa ainda falhou um livre direto, a 1’ do final, pela 10ª falta do Sporting.

O campeonato fechou as portas e o OCB terminou em 5º lugar, apenas atrás dos campeões nacionais – FC Porto –, dos campeões europeus – Sporting CP, do SL Benfica e da UD Oliveirense.

Foto: OCB.

Tudo ao Jamor e regressar com o caneco!

Maio 23, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores do BnH!



Graças a Deus terminou a palhaçada! Sim, estou triste pelo segundo lugar do FCP…não com azia porque sei perder. Fica a questão se foi mérito de um ou demérito de outro?!…Talvez um pouco dos dois aspetos e, também, a incompetência, o condicionamento e o controlo sobre determinadas instâncias. Mas deixo isso para o balanço da época. 

Em relação a esta última jornada, o Porto sofreu, mas massacrou o Sporting, fazendo do nosso adversário da final da Taça uma “cabaça”. É certo que a expulsão de Borja ajudou, mas todos sabemos que, por vezes, jogar contra 10, que estão encostados à sua baliza, é complicado porque o espaço escasseia. Mesmo depois de estar a perder, o FCP deu a volta com dois grandes golos e muita vontade em vencer o último jogo do campeonato perante a presença de milhares de portistas, que não se cansaram de apoiar.

Espero que a nossa equipa vença a Taça pois bem merece e os nossos adeptos estão muito esperançosos. Se o Porto perder, espero que não aconteça um mini “Alcochete”! LOL…

Este título foi ganho, essencialmente, por LFV e o seu cartel!…Em momentos-chave, o Sr. LFV disse presente, como foi “pedir a reforma de Fábio Veríssimo”, pedir uma reta final sem casos, conseguir que a Juíza Ana Perez ilibasse a Benfica SAD do caso “e-toupeira” e, mesmo devendo milhões ao nosso estado, paga a dobrar o prémio a todo o staff do Benfica. Conclusão: o crime compensa e ele é, sem dúvida, o “dono disto tudo”!

Sim, Bruno Lage também mostrou competência. 

Foi pena, porque bastava uma escorregadela do nosso rival em Braga, Vila do Conde ou Santa Maria da Feira, o que esteve perto de acontecer. 

Espero que Sérgio Conceição esfrie as ideias e que as decisões da final da Taça sejam melhores do que alguns jogos-chave deste campeonato. 

Tudo ao Jamor e regressar com o caneco!

Já começo a ficar ansioso para o início da próxima temporada por causa do Gil! Já tenho a minha cadeira e espero que o Gil e o concelho se unam de uma vez por todas.

Parabéns ao OCB pelo 5º lugar! Os 4 primeiros têm orçamentos brutais e este é o melhor lugar atendendo à realidade do nosso OCB.  Mas sinto que na próxima época vamos conseguir melhor.

Viva Barcelos e o FCP…ah…e à verdade desportiva!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Óquei de Barcelos goleia Marinhense por 9-4

Maio 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Disputou-se ontem, no Pavilhão Municipal de Barcelos, mais um jogo a contar para o campeonato da 1ª divisão de hóquei em patins, mais concretamente, para a 25ª jornada.



Sob arbitragem de Paulo Almeida (AP Aveiro) e Sílvia Coelho (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Marinhense – Nuno Peça, Gonçalo Domingues, Nico Carmona, Filipe Almeida e Filipe Vaz (cinco inicial); Marco Gaspar, Dário Santo, Pedro Coelho e David Costa (banco inicial); Nuno Domingues (treinador).

Os visitantes entraram muito melhor, com Filipe Vaz a marcar logo 46 segundos de jogo. No entanto, a resposta do OCB foi “avassaladora”, com Gonçalo Nunes (4’), Gonçalo Meira (6’), Alvarinho (14’) e Joca Guimarães (23’) a colocarem a equipa da casa a vencer por 4-1, resultado com que se chegou ao intervalo.

Depois do intervalo, foi a vez dos forasteiros entrarem “avassaladores”, com Pedro Coelho, logo aos 15 segundos, Filipe Almeida (6’) e David Costa (9’) a restabelecerem o empate a 4. Entretanto, novamente, o OCB respondeu “avassaladoramente”, com Alvarinho (12’), Gonçalo Nunes (13’ e 19’), Gonçalo Meira (14’), Alvarinho (15’) a colocarem o resultado nos finais 9-4. Pelo meio, Gonçalo Nunes (19’) ainda falhou um penalti para os da casa. Já os visitantes falharam um livre direto (10ª falta dos barcelenses), por Pedro Coelho (21’) e uma grande penalidade, por David Costa (24’), defendida por André Almeida, que já estava em ringue, substituindo Ricardo Silva. Resultado final: 9-4 para o OCB.

Na última jornada os barcelenses deslocam-se a Lisboa para defrontar o Sporting CP.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos vence em Braga e garante 5º lugar

Maio 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Realizou-se, ontem, mais um jogo a contar para o Campeonato Nacional da 1ª Divisão de Hóquei em Patins, opondo o Hóquei de Braga ao Óquei Clube de Barcelos (OCB).



A contar para a 24ª jornada, e arbitrado por José Pinto (AP Porto) e Florindo Cardoso (AP Minho), o jogo contou com as seguintes equipas:

Hóquei de Braga – Conti Acevedo, António Trabulo, Ângelo Fernandes, Carlos Loureiro e Pedro Delgado (cinco inicial); Gabriel Costa, Juanjo López, Pedro Silva, Afonso Lima e Tomás Castanheira (banco inicial); Rui Neto (treinador).

OCB – Ricardo Silva, João Almeida, Gonçalo Meira, Gonçalo Nunes e Alvarinho (cinco inicial); André Almeida, Zé Pedro, Joca Guimarães, Hugo Costa e Rúben Sousa (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

O jogo começou morno. Aos 10’, Pedro Delgado foi admoestado com um azul, mas Alvarinho falhou o correspondente cartão azul. No enranto, 2 minutos depois, o mesmo jogador redimiu-se e apontou o primeiro golo do jogo. Rúben Sousa, aos 15’, falhou novo livre direto. Ângelo Fernandes falhou uma grande penalidade, aos 18’, para os da casa. Aos 21’, Alvarinho bisou, num livre direto, e fechou o resultado da 1ª parte, com 0-2 para o OCB.

Aos 5’ da 2ª parte, o OCB chegou à 10ª falta, mas Afonso Lima não marcou para os locais. O jogo acelerou, assim como as faltas do OCB, que aos 19’ atingiu a 15ª. Desta feita, António Trabulo não falhou e reduziu para 1-2. Aos 22’ foi a vez de Alvarinho tentar nova concretização em livre direto, mas falhou. Finalmente, já dentro do 24º minuto, Joca Guimarães apontou o golo da tranquilidade, fechando o marcador em 1-3 para o OCB.

Na próxima jornada, o OCB recebe o Marinhense.

Foto: OCB.

Óquei de Barcelos contrata internacional argentino Ezequiel Mena

Maio 4, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Segunda contratação para a próxima época depois de Luís Querido

Depois de garantir o regresso de Luís Querido, que ainda joga no Lodi, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) continua a preparar a próxima época, contratando, desta feita, o argentino Ezequiel Mena.



O internacional argentino (5 internacionalizações e 2 golos pela seleção principal) joga no Oeiras, onde chegou, vindo o UVT (Argentina), clube que vinha representando na sua terra natal, com uma passagem pelo Sport, do Brasil.

Ezequiel Mena, de 20 anos, assina um contrato de 2 épocas com mais uma de opção.

Foto: DR (alterada).

Óquei de Barcelos derrotado pelo FC Porto por 3-7

Abril 27, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A contar para a 23ª jornada da 1ª divisão do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu, hoje, o FC Porto tendo saído derrotado por 3-7.



Sob arbitragem de Orlando Panza e Sílvia Coelho (AP Porto), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Hugo Costa e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Gonçalo Meira, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

FC Porto: Carles Grau, Rafa, Reinaldo García, Gonçalo Alves e Hélder Nunes (cinco inicial); Nélson Filipe, Telmo Pinto, Giulio Cocco, Hugo Santos e Poka (banco inicial); Guillem Cabestany (treinador).

Os visitantes entraram a “todo o gás”, chegando à vantagem de 3 golos antes dos primeiros 10 minutos de jogo. O barcelense Hélder Nunes bisou, aos 3’ e aos 8’, e Gonçalo Alves, na marcação de uma grande penalidade, também “deu o gosto ao stick”, aos 8’ (na altura, o 0-2). Aos 13’, Rúben Sousa teve oportunidade de reduzir, na marcação de um livre direto, mas não conseguiu desfeitear Grau. No entanto, Joca Guimarães, a “alta velocidade”, fez a recarga e reduziu para 1-3. A vantagem portista aumentou de novo, por Cocco, num contra-ataque bem desenhado. Aos 23’, noutro contra-ataque, Hélder Nunes fez um grande golo, com uma simulação a enganar o guardião barcelense. No mesmo minuto, Gonçalo Alves falhou uma penalidade. O marcador não mais se mexeu até ao intervalo, com o FC Porto a sair na frente do marcador, por 1-5.

Para “não variar”, o OCB entrou mais forte na 2ª parte, com João Almeida, aos 5’, a reduzir para 2-5. Cinco minutos depois, o FC Porto alcançou a 10ª falta, mas o mesmo João Almeida falhou o livre direto. Aos 13’, Gonçalo Nunes reduziu, ainda mais, a diferença, para 3-5. Passados 4 minutos, foi a vez do OCB chegar à 10ª falta. Hélder Nunes falhou o livre direto, mas na recarga fez o 3-6. Ao 22º minuto, em novo contra-ataque, o argentino Reinaldo García aumentou a vantagem para 3-7, sendo este o resultado com que o jogo chegou ao fim.

Mesmo com a derrota, o OCB mantém a 5ª posição da classificação, sendo que na próxima jornada desloca-se ao pavilhão do vizinho Hóquei de Braga.

Uma palavra para os adeptos do OCB que foram inexcedíveis no apoio à equipa.

Fotos: DR e André Miranda.

Parabéns ao meu FCP

Abril 19, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Vítor Sá Pereira

Olá, caríssimos leitores do BnH!

Antes de mais, quero desejar-vos uma Santa e Feliz Páscoa. Votos extensivos às vossas famílias.

Quanto ao meu querido FCP, foi ao sol do Algarve vencer o Portimonense por 3- 0. Houve quem colocasse em causa o profissionalismo do Portimonense e a postura do António Folha. Isso era a mesma coisa que dizerem que o Braga é controlado por alguém…Alguma vez??!



Acredito no profissionalismo e na ambição do ser humano e o resultado de 3- 0 não espelha a tradução do jogo. Porto foi eficaz, organizado, pragmático e um justo vencedor. 3 – 0 parece-me exagerado para aquilo que o Portimonense trabalhou. Mas não deixa de ser uma vitória categórica onde os nossos rivais perderam.

O bom deste jogou é que ninguém chorou!

Quanto à Liga dos Campeões, foi uma espécie de regresso à normalidade e realidade porque já fomos muito longe e, depois dos quartos de final, era impossível continuar, dada a força e qualidade do Liverpool. É a diferença entre os bons e os muito bons e os extraordinários. No futebol tudo pode acontecer, mas acontece de longe a longe. O resultado de 4-1 é um exagero porque o Liverpool fez 5 remates, mas tal eficácia vem de tremenda qualidade.

Quero dar os parabéns ao meu FCP por ter sido a equipa mais pontuada na fase de grupos; por ter feito 16 pontos em 18 possíveis; e por ter chegado aos quartos de final, meta brilhante para uma equipa portuguesa. Muitos fazem projetos para lá chegar!

Que os primeiros 25 minutos do jogo frente ao Liverpool, no Dragão, sejam um espelho da atitude e qualidade que o FCP deve ter nas 5 finais que faltam.

E a nível de arbitragem, correu tudo bem no último jogo do Setúbal?? Espero que sim.

Apareçam na Festa das Cruzes para beber um fino e comer um pão com chouriço. Estou ansioso pela nossa festa!

Viva Barcelos, o Gil, o OCB e…”eu quero o Porto Campeão”!

Por: Vítor Sá Pereira*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Óquei de Barcelos eliminado da Taça de Portugal pelo Riba d’Ave

Abril 14, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins, o Óquei Clube de Barcelos (OCB) recebeu o Riba d’Ave, tendo perdido por 3-4.



Arbitrado por Carlos Correia e Rui Torres (AP Minho), as equipas alinharam da seguinte forma:

OCB – Ricardo Silva, Zé Pedro, João Almeida, Gonçalo Meira e Gonçalo Nunes (cinco inicial); André Almeida, Joca Guimarães, Hugo Costa, Rúben Sousa e Alvarinho (banco inicial); Paulo Pereira (treinador).

Riba d’Ave – Pedro Freitas, Tomás Pereira, Diogo Casanova, Diogo Seixas e Nuno Pereira (cinco inicial); Diogo Fernandes, Guilherme Ferreira, Hugo Azevedo, Daniel Pinheiro e Bruno Pinto (banco inicial); Horácio Ferreira (treinador).

Os visitantes entraram melhor no jogo. Nuno Pereira (6’) e Hugo Azevedo (16’) colocaram o Riba d’Ave na frente do marcador. Aos 17’, Rúben Sousa falhou um livre direto, assim como Hugo Azevedo, aos 24’, e, ao intervalo, o marcador assinalava 0-2 para os forasteiros.

Na segunda parte, o Riba d’Ave entra novamente melhor. Aos 2’, a penalizar o OCB pela 10ª falta, Nuno Pereira concretizou um livre direto. Nesse mesmo minuto, os visitantes também cometeram a 10ª falta, mas Gonçalo Nunes não marcou golo no livre direto. Aos 15’, Alvarinho foi admoestado com azul. Nuno Pereira, novamente, apontou o 0-4 no livre direto referente. Dois minutos depois, Zé Pedro iniciou a tentativa de “remontada”, fazendo o 1-4. No minuto seguinte, Diogo Seixas recebeu azul, mas Alvarinho não concretizou o livre direto. No entanto, aos 19’, Joca Guimarães fez o 2-4. No minuto que se seguiu, Gonçalo Nunes, fez o 3-4. Aos 22’, o OCB cometeu a 15ª falta, mas Nuno Pereira, desta vez, não concretizou o livre direto. O jogo estava impróprio para cardíacos. Aos 23’, foi a vez dos forasteiros fazerem as 15 faltas. No entanto, Rúben Sousa não conseguiu concretizar o respetivo livre, ficando o marcador inalterado, num 3-4 para o Riba d’Ave, ficando o OCB, dessa forma, fora da Taça de Portugal deste ano.

Foto: OCB.

Luís Querido de volta ao Óquei Clube de Barcelos

Abril 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Luís Querido, defesa/médio de 28 anos, natural de Barcelos, está de volta ao Óquei Clube de Barcelos (OCB), que representará a partir da próxima época.



O jogador, que passou por Liceo e Barcelona (Espanha), Porto Santo e Tigres, representou o OCB durante 5 épocas, saindo, depois, para os italianos do Amatori Lodi.

Agora, ao fim de duas temporadas em Itália, está de volta ao Campeonato português e ao clube da sua terra.

Em nota, a direção do OCB salienta que a “sua garra, a sua entrega e principalmente a sua vontade em voltar a vestir a camisola do ‘Maior de Portugal’ foi determinante para este regresso”.

Foto: DR.

1 2 3 16
Ir Para Cima