Tag archive

Pior Abílio Cardoso

Cartaz da Festa das Cruzes 2018 apresentado e com novo palco na Frente Ribeirinha

Março 17, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, ao final da tarde, realizou-se a apresentação do cartaz da Festa das Cruzes 2018, que se realiza entre 25 de abril e 6 de maio, em Barcelos. Mariza e Herman José & Big Band são dos principais destaques desse cartaz, que apresenta algumas novidades, entre elas, um novo palco localizado na Frente Ribeirinha.



O cartaz, apresentado pelo presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, revela um programa que conjuga da melhor forma as vertentes religiosa e profana, tendo este ano como pano de fundo a eleição de Barcelos como Cidade Criativa da UNESCO.

Miguel Costa Gomes referiu, na sua intervenção, que “há muitos motivos que nos orgulham e o facto de termos sido distinguidos como Cidade Criativa da UNESCO é um deles e terá um grande impacto nesta edição da Festa das Cruzes”. Miguel Costa Gomes frisou também o facto de “ainda esta semana o Município ter sido distinguido com o Prémio Nacional de Artesanato e a artesã Júlia Ramalho ter recebido o Grande Prémio Carreira, o que nos torna uma grande referência a nível nacional na área do artesanato e é isto que nos diferencia e enriquece também a Festa das Cruzes”.

O Provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, abordou a temática dos “tapetes de pétalas naturais que estarão expostos no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, a partir do dia 27 de abril” criando ainda expectativas sobre “a inauguração do restauro do Couto dos Cónegos, que é um local pouco visível, mas que a partir da conclusão do seu restauro, será um ponto de passagem para quem visitar Barcelos e o Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz”.

Já o Prior de Barcelos, Monsenhor Abílio Cardoso, abordou a parte religiosa, aludindo à “Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz que atingiu um estatuto único nos últimos anos, e que é o ponto alto da vertente religiosa”.

Assim, a primeira grande romaria do Minho tem para oferecer aos barcelenses e às centenas de milhares de turistas que, ao longo desses 12 dias, passarão por Barcelos, dezenas de eventos culturais, desportivos, religiosos e lúdicos, através de um programa ancorado na tradição e que, como não podia deixar de ser, vai ao encontro do gosto popular, procurando, também, cada vez mais, cativar o público mais jovem.

Do cartaz musical destacam-se as atuações do humorista Herman José acompanhado pela sua Big Band (28 de abril) e da fadista Mariza (30 de abril), espetáculos que terão lugar, pela primeira vez, na Frente Ribeirinha.

A criação de um terceiro palco junto ao Rio Cávado (além dos palcos na Avenida da Liberdade e Jardim das Barrocas) visa, de acordo com o Município, “expandir a Festa das Cruzes valorizando, dessa forma, a envolvente urbana e promovendo a maior mobilidade dos foliões dentro da cidade, além de ser um espaço que pode acolher mais pessoas e que proporciona ao público uma melhor visibilidade para os concertos”.

Ainda no plano musical, haverá mais grandes concertos nos outros dois palcos da romaria, como o dos Santamaria (27 de abril, no palco da Avenida da Liberdade), e de Ana Malhoa (dia 2 de maio, no palco do Jardim das Barrocas).



O programa da Festa das Cruzes dá palco, igualmente, aos novos valores musicais e instituições do concelho, contando com as atuações do Conservatório de Música de Barcelos (dia 25 de abril, no palco da Avenida da Liberdade), da Banda Sópodia (26 de abril, palco da Avenida da Liberdade), da Magistuna (1 de maio, no palco da Avenida da Liberdade), da Banda Musical de Oliveira (1 de maio, no palco da Avenida da Liberdade), além das diversas associações e grupos de Zés Pereiras do concelho que animarão as ruas da cidade.

Mantendo a sua vertente tradicional, a Festa das Cruzes volta a ter como um dos muitos pontos altos a Batalha das Flores (dia 1, às 15h00, na Avenida da Liberdade), este ano subordinada ao tema “Barcelos Cidade Criativa”. Dezenas de associações do concelho colhem as flores com as quais, depois, se vão digladiar num espetáculo único e de rara beleza.

O envolvimento do movimento associativo local evidencia-se, também, com as Rusgas ao Senhor da Cruz (29 de abril, 15h00, na escadaria do Templo do Senhor da Cruz).

A vertente religiosa assume extrema importância no cartaz da romaria, sendo a Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz (dia 3 de maio, feriado municipal, às 17h30), na qual desfilam as cruzes das 89 paróquias do concelho, uma das principais atrações. Os Tapetes de Pétalas Naturais patentes no Templo do Senhor da Cruz (inauguração no dia 27 de abril, às 18h00) são um ponto de passagem obrigatório para quem visita Barcelos por esses dias de festa.

À imagem dos últimos anos, a Festa das Cruzes mantém a aposta em cativar o público jovem e, mais uma vez, o “Bamos às Cruzes” vai animar os foliões até de madrugada com muita música e bares na Alameda das Barrocas. Nos dias 27, 28 e 30 de abril e 2, 4 e 5 de maio pelo recinto do “Bamos às Cruzes” vão passar artistas e DJ’s como Insert Coin, Zecadegas, Ruizinho de Penacova, Los Bravos ou Isabel Figueira, entre muitos outros.

Eis o programa:

E…





E por fim…

Fonte e imagens: CMB.

X Encontro de Romeiros ao Senhor Bom Jesus da Cruz realiza-se no próximo domingo

Setembro 14, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Grupo de Danças e Cantares de Barcelos organiza, no próximo dia 17 de setembro, pelas 16h00, no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, em Barcelos, o “X Encontro de Romeiros ao Senhor Bom Jesus da Cruz 2017”.



A celebrar 25 anos de existência, o Grupo de Danças e Cantares de Barcelos, fundado em 1992, tem vindo a organizar várias atividades, realizadas no corrente ano, em jeito de comemoração das suas “Bodas de Prata” e, como já tem sido habitual, não poderia faltar nesses eventos o “X Encontro de Romeiros ao Senhor Bom Jesus da Cruz”.

À chegada dos grupos de Romeiros, vindos das diversas freguesias do concelho, ao Templo do Senhor da Cruz, será entoado um cântico por cada grupo, seguindo-se a Eucaristia, presidida pelo Exmo. Rev. Pe. Abílio Cardoso – Prior de Barcelos, dinamizada pelo Grupo Coral S.Bento da Várzea e onde todos os grupos estarão presentes.

Por falar em grupos presentes, estes serão o Grupo de Danças e Cantares de Barcelos (Organizador), o Grupo Cultural e Etnográfico de Aldreu, o Rancho Folclórico de Carapeços e a Ronda Típica da Associação dos Moradores do Bairro da Misericórdia.

O Encontro tem o apoio do Município de Barcelos e da União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescaínha (S.Martinho e S.Pedro).

Fonte e imagem: GDCB.

Programa da “Festa das Cruzes 2017” apresentado hoje

Abril 7, 2017 em Atualidade, Concelho, Cultura, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O programa da Festa das Cruzes 2017, que decorre entre os dias 23 de abril e 7 de maio, foi apresentado, hoje, no Auditório Municipal, pelo Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Costa Gomes, e que contou com a presença do Provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, e pelo Prior de Barcelos, Monsenhor Abílio Cardoso.

Apresentação

Mickael Carreira, Amor Electro e Anjos são alguns dos cabeças de cartaz da Festa das Cruzes 2017, mas pelo palco irão passar muitos nomes da música nacional.

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos referiu, no seu discurso, que “a Festa das Cruzes terá muitas iniciativas para todas as idades, não esquecendo a juventude, com um programa alargado do ‘Bamos às Cruzes!’ que, este ano, conta com sete noites de diversão no Jardim das Barrocas”.

Para Costa Gomes, “este ano foi criado um programa divertido e popular que, no final, irá satisfazer a população e quem visitar Barcelos ao longo dos quinze dias da Festa”.

O Provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, e o Prior de Barcelos, Monsenhor Abílio Cardoso, abordaram a parte religiosa, aludindo aos “tapetes de pétalas naturais que estarão expostos no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz” e ainda das novidades “da Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz que este ano terá alusão ao Ano Mariano”.

Quanto às festividades, os Zés P’reiras, os ranchos folclóricos e as rusgas vão invadir a cidade de música e alegria desde o primeiro ao último dia da Primeira Grande Romaria do Minho.

É uma das maiores festas religiosas do país e este ano une o popular, o tradicional e o religioso. Mais de 60 eventos, mais participantes e mais música vão fazer da “Festa das Cruzes 2017” um momento único no país. Uma das grandes novidades desta edição é a missa para coro a 3 vozes e orquestra em honra do Senhor da Cruz, à luz das composições do barcelense Miguel Ângelo Pereira, que se realiza no dia 28 de abril, às 19h00, no Templo do Bom Jesus da Cruz.

A “Festa das Cruzes”, uma iniciativa promovida pelo Município de Barcelos, mantém a sua natureza tradicional de cariz religioso, onde, de forma harmoniosa, o popular tem o seu lugar. A Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz, a presença de elementos culturais, etnográficos, folclóricos e populares constituem a matriz deste grande evento, que tem o seu ponto alto a 3 de Maio, feriado municipal, dia consagrado ao Senhor do Bom Jesus da Cruz.

O programa compreende, ainda, um conjunto de eventos e de atividades culturais e recreativas, que mobilizam dezenas de coletividades na cidade e no concelho.

A aposta no “Bamos às Cruzes!” é grande, com sete noites de divertimento no Jardim das Barrocas, completamente inserido no programa geral da “Festas das Cruzes 2017” e que apresenta uma oferta musical variada, desde a atuação de tunas e DJ’s, às atuações de Marcus, Fernando Correia Marques, Tino de Rans, MC Barbarella, Edmundo Vieira, e muitos outros, ao longo das sete noites.




Batalha das Flores: um dos momentos mais esperados

A cada vez maior presença de coletividades provenientes de Barcelos e, também, de público, oriundo não apenas do concelho, mas de outros pontos do país e de Espanha, mostra que a “Batalha das Flores”, que se realiza no dia 1 de maio, é já um verdadeiro cartão de visita da “Festa das Cruzes”, funcionando como um postal ilustrado de Barcelos.

A “batalha” propriamente dita ocorre nas principais artérias da cidade, quando os dois corsos, de carros decorados, se cruzam e atiram flores de todas as cores e odores, contagiando de alegria os milhares de populares que assistem ao espetáculo.




Arcos de Romaria

Uma das belezas e tradições da Primeira Grande Romaria do Minho são os arcos que se encontram dispostos em redor do “campo da feira” e têm como objetivo representar a identidade e as tradições de cada uma das freguesias que compõem o Município. A diversidade dos arcos é grande, considerando os materiais, o tamanho e os elementos representados. Normalmente aparecem engalanados com elementos patrimoniais das freguesias que representam, por peças de artesanato características do local e pelos seus santos padroeiros.

Eis o Programa (basta clicar):

http://www.cm-barcelos.pt/downloads/AF_Programa_FestaCruzes17_Final.pdf

 

Fonte e imagens: Município de Barcelos.

Polémica na Irmandade do Senhor Bom Jesus da Cruz: Arcebispo invalida eleições

Janeiro 27, 2017 em Atualidade, Concelho Por barcelosnahorabarcelosnahora

De acordo com o “Barcelos Popular” desta semana, o Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, terá mandado repetir as eleições para os órgãos sociais desta Irmandade, invalidando o resultado do ato eleitoral de 15 de janeiro.

O referido jornal salienta que esta polémica já vem desde setembro, quando deveriam ter decorrido eleições. No entanto, estas não ocorreram por, refere o jornal, o Arcebispo ter feito pressão para que houvesse mudanças nos órgãos sociais. Aliás, essa posição era consentânea com a do Prior, que no último boletim paroquial de 22 de janeiro também criticou todo este processo.

Nesse boletim, a que este jornal teve acesso, o Prior Abílio Cardoso afirma que das oito confrarias apenas a do Senhor da Cruz ainda não tinha novos órgãos sociais, deixando a crítica de que associações ligadas à Igreja não deveriam ser geridas como associações politico-partidárias e que na Igreja o “poder é sempre serviço e não fonte de prestígio ou ocasião de promoção pessoal”, chegando mesmo a deixar a achega de que é ridículo discutir sobre quem manda mais.

Nos pontos seguintes do boletim, salienta que as Confrarias devem agir de forma colegial, respeitosa de todos, sempre dialogante e sem “estratégias de coação, que destroem o espírito comunitário”. Mas não se fica por aqui. Ao longo dos restantes pontos do seu artigo, o Prior alerta para o facto de que a “admissão de irmãos não pode ter como critério primeiro os amigos de quem gere, ou o partido a que pertencem, ou o clube ou ideologia que professam”. Considera “ofensivo e lesivo da história, pondo em risco o futuro de uma Irmandade, a admissão de irmãos em grupo, sem discernimento e maturidade mas apenas tendo em vista um voto futuro” e que “ninguém é insubstituível e uma Confraria tudo tem a ganhar com novas ideias e modos de agir”.

O Prior termina com dois pontos onde nomeia as características pessoais que os candidatos aos órgãos sociais devem ter, ressalvando que tudo deve ser “feito com transparência” e onde, no último, refere que nada tem a perder.

O atual Provedor da Irmandade e candidato a Presidente do Conselho Fiscal no ato eleitoral invalidado, Adélio Miranda, contactado pelo “Barcelos Popular”, não quis comentar, por ter um compromisso de não “prestar declarações à comunicação social”.

adélio-miranda
Adélio Miranda – atual Provedor da Irmandade

Um “irmão” desta Irmandade, contactado pelo Barcelos na Hora, revelou estar “muito preocupado com esta polémica toda, que está a prejudicar a imagem da Irmandade”. Questionado sobre de quem seria a culpa, apenas respondeu que “a culpa é de quem está no poder e anda a fazer esta trapalhada toda para se manter lá”, referindo, por fim, que “quando há muitos interesses por detrás das coisas, dá nisto”.

 

Fotos: www.rurality.pt e Facebook do PSD Barcelos.

 

Ir Para Cima