Tag archive

Rafael Torres

ACR Roriz vence Ruta do Albariño (Espanha) com Hélder Gonçalves e Rafael Torres em destaque

Junho 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado fim de semana disputou-se, na Galiza – Espanha, a sexta edição da “Ruta do Albariño – Memorial Modesto Sánchez Alba ‘Teto’”, constituída por uma Cronoescalada e duas etapas em linha, onde a formação de ciclismo júnior da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT esteve em grande plano, conquistando o 2º lugar da classificação geral individual, através de Hélder Gonçalves, com Rafael Torres a conquistar o 1º lugar na classificação da Montanha e a formação rorizence a ser a grande vencedora da classificação por Equipas.



No sábado de manhã, disputou-se uma croescalada, com 3 km, onde Hélder Gonçalves foi 2º, a 11s do vencedor, o colombiano Daniel Noreña (Bairrada). João Carvalho, com uma excelente subida, foi 3º, a 24s, Rafael Torres foi 7º, a 34s, Bruno Silva foi 10º, a 43s, João Rocha 22º, Flávio Fernandes 31º, Manuel Barbosa 45º e João Lobo 59º. Com estes resultados, a equipa assumiu o comando da classificação coletiva e vestiu as camisolas da montanha e dos pontos, referente ao 2º e 3º lugar.

Da parte da tarde, realizou-se a 3ª etapa, com 63km de distância, que não foram suficientes para fazer diferenças entre os principais classificados. João Carvalho foi 6º, João Rocha 7º, Hélder Gonçalves 13º, Rafael Torres 19º, Bruno Silva 24º, João Lobo 49º, Manuel Barbosa 50º e Flávio Fernandes 56º.

No domingo, os atletas tiveram de superar uma etapa com 92 km, com quatro contagens de montanha e duas metas volantes. Rafael Torres destacou-se, ao conquistar duas metas de Montanha e, assim, sagrar-se o “Rei a Montanha” da 6ª edição da “Ruta do Albariño”. Com uma chegada em pelotão compacto ao centro de Cambados, Hélder Gonçalves manteve a 2ª posição da classificação geral, sendo que João Carvalho, vítima de uma aparatosa queda a 8km do final, perdeu 20s para o pelotão, descendo do 3º para o 10º posto da geral. Rafael Torres foi 6º, Bruno Silva 8º, João Rocha 15º, Manuel Barbosa 43º, João Lobo e Flávio Fernandes 45º e 46º. Nas contas desta última etapa, João Rocha foi 6º, João Lobo 8º, Hélder Gonçalves 14º, Manuel Barbosa 25º, Rafael Torres 27º, Bruno Silva 31º, Flávio Fernandes 33º e João Carvalho 58º.

De registar que com estes resultados, a equipa de Roriz venceu, pelo segundo ano consecutivo, a classificação geral por Equipas.

Fonte fotos: ACRR.

Juniores da ACR Roriz conquistam o 3º lugar na Taça de Portugal de Estrada

Maio 8, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Durante o passado fim de semana, disputaram-se as duas últimas etapas da Taça de Portugal de Estrada, para a categoria de Juniores, e que consagrou a formação de Roriz – Barcelos como a terceira classificada no Ranking Final.



Sábado, os atletas rumaram a Sobrado (Valongo) para disputar a 4ª etapa, que tinha uma distância de 115km e três contagens de montanha. Com a ausência, por lesão, de Pedro Silva, que à partida era o atleta melhor posicionado no ranking nacional desta equipa rorizense, ocupando a 5ª posição, a ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT apresentava-se com o objetivo de lutar pela etapa e pelas classificações complementares.

O seu atleta Hélder Gonçalves esteve em destaque, ao vencer a primeira contagem de montanha e ao ser terceiro na última, arrecadando os pontos suficientes para sagrar-se o “rei” da montanha.

Nas contas da classificação individual, destaque, ainda, para Rafael Torres, que fechou no TOP-5, logo seguido por Hélder Gonçalves, na 6ª posição. João carvalho e João Rocha foram 19º e 20º, respetivamente. Flávio Fernandes, 38º classificado, foi um dos mais combativos do dia, ao estar presente na principal fuga e um dos últimos atletas a ser alcançado, já nos 15km finais. Foi por essa altura, que Pedro Pinto (ADRAP-Sentir Penafiel) atacou e conseguiu levar o esforço até ao risco de meta, onde venceu com o tempo de 02h52m13s. Ainda nas contas finais, Manuel Barbosa foi 54º classificado. Com estes resultados, a equipa de Roriz conquistou o 2º posto da classificação coletiva.

No domingo, a exigência do traçado do Troféu Peixoto Alves, que contava com duas passagens pelo alto do Sameiro (Braga), viria a desfragmentar o pelotão. Hélder Gonçalves foi o melhor posicionado da equipa, ao terminar na 5ª posição, a 02m50s do vencedor, Diogo Barbosa (Vito-Feirense), que terminou com o tempo de 03h01m01s. Rafael Torres foi 14º, João Carvalho 23º, João Rocha 37º e Bruno Silva 76º. Manuel Barbosa e João Lobo não concluíram. Coletivamente, a equipa alcançou a 3ª posição.

Com estes resultados, e nas contas finais do ranking da Taça de Portugal, destaca-se o 3º posto na classificação coletiva da formação da ACR Roriz, repetindo, dessa forma, o lugar de 2017. Na primeira posição terminou o Sporting-Formação, seguidos pelo Vito-Feirense, no 2º lugar. Individualmente, Pedro Silva terminou na 11ª posição, Hélder Gonçalves 14ª, Rafael Torres 21ª, João Carvalho 32ª, João Rocha 40ª, Flávio Fernandes 69ª, Manuel Barbosa 75ª e Bruno Silva 86ª, numa competição vencida por Guilherme Mota (Alcobaça CC).

Fonte: ACRR.

Fotos: DR.

Pedro Silva e ACR Roriz conquistam Volta a Loulé em juniores

Abril 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Entre 29 e 31 de março, o concelho de Loulé (Algarve) recebeu a XXIV Volta ao Concelho de Loulé, que contou com a participação de 21 equipas, sendo três de Espanha e uma da França. Entre elas, encontrava-se a barcelense ARC RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, que escreveu mais uma bela página na sua história, ao conquistar, individual e coletivamente, esta grande competição ciclística, composta por quatro etapas (três em linha e um contrarrelógio por equipas).



O barcelense Pedro Silva entrou, assim, para a história da competição, ao sagrar-se o grande vencedor da classificação geral individual (Camisola Amarela), com o tempo de 06:53:19, deixando o segundo classificado, António Ferreira (Vito – Feirense), a 13s e, na terceira posição, João Macedo (Sicasal – Bombarralense), a 24s. Ainda na classificação geral individual, destaque para os excelentes resultados dos atletas da ACR Roriz, com Hélder Gonçalves a ser 4º classificado, com o mesmo tempo do terceiro classificado, João Carvalho 5º, a 31s, e ainda dentro do Top-10, Rafael Torres ficou na 9ª posição, a 38s. João Rocha foi 36º classificado, a 3:58, Flávio Fernandes terminou na 75ª posição, a 28:25, e Manuel Barbosa foi 78º, a 29:51.

Por ser júnior de primeiro ano, Pedro Silva conquistou, também, a Camisola Branca referente ao líder da juventude, sendo que nesta classificação destaca-se, igualmente, o 3º lugar de João Carvalho. Ainda na Juventude, Flávio Fernandes e Manuel Barbosa foram 25º e 26º, respetivamente.

A competição iniciou-se no dia 29 de março, com uma etapa de 59km de extensão, distância essa que não foi suficiente para fazer grandes diferenças entre os principias atletas no pelotão, que chegou ao centro de Loulé compacto. No sprint final, Pedro Silva e Hélder Gonçalves foram os melhores posicionados da equipa rorizense, na 8ª e 18ª posição, respetivamente, a 1s do vencedor.

A segunda etapa, com 81.3km, foi disputada num ritmo alucinante, fracionando o pelotão em vários grupos. Hélder Gonçalves e João Rocha estiveram na principal fuga do dia, tendo o primeiro vencido com distinção os dois prémios de Montanha de 1ª categoria, tornando-se assim líder da Classificação da Montanha e, portanto, vestindo a Camisola Azul no final da 3ª etapa. Ultrapassadas essas dificuldades, o pelotão alcançou os fugitivos e aí surgiram novos ataques de vários atletas, tendo-se isolado o sub-23 Pedro Rodriguez (Valverde Team) na frente da corrida. Já a escassos 3km do final, Pedro Silva conseguiu isolar-se numa posição intermédia, com mais dois atletas, formando-se um trio perseguidor ao ciclista espanhol. A tentativa de fazer a ponte para a frente da corrida saiu infrutífera. Contudo, Pedro Silva foi o mais forte do trio e cortou a linha de meta na segunda posição. Em virtude de o atleta espanhol ser da categoria Sub-23, não contou para as contas finais, tendo Pedro Silva, dessa forma, conquistado o 1º lugar e, por consequência, a liderança da competição e a respetiva Camisola Amarela. Ainda nesta etapa, destaca-se João Carvalho (9º), Hélder Gonçalves (10º) e Rafael Torres (15º), que chegaram no grupo seguinte, a 22s do vencedor Pedro Silva. Ainda nas contas desta etapa, João Rocha foi 26º, Manuel Barbosa 50º e Flávio Fernandes 80º.

Ainda no mesmo dia, a prova contou com um Contrarrelógio por Equipas, na Pista Bexiga Peres, com a distância de 4km (10 Voltas). Foi já na penumbra da noite e a conhecer os tempos de todas as equipas, que a formação de Roriz partiu para a sua prova, realizando um tempo de 5:24, menos 4s que as equipas da Bairrada e Bombarral, segunda e terceira classificadas nesta etapa. Este resultado cimentou, ainda mais, a liderança de Pedro Silva na classificação geral.

Chegava-se, assim, à derradeira etapa rainha, com a Camisola Amarela (Pedro Silva), a da Juventude (João Carvalho) e da Montanha (Hélder Gonçalves) envergadas pela ACR Roriz, bem como a liderança da classificação coletiva, tendo os jovens ciclistas pela frente uns exigentes 115km, com um desnível de 2400 d+, com quatro contagens de montanha, sendo duas em Barranco do Velho e uma em Tor, de 1ª categoria e que viria a ser decisiva. Foi com grande coesão que a equipa rorizense entrou para esta etapa, que muito cedo foi atacada pelos adversários, formando-se, após várias tentativas, uma fuga de três atletas, entre os quais Guilherme Mota (Alcobaça), o 2º classificado na Montanha e que foi amealhando os prémios de montanha necessários para passar para a primeira posição, ultrapassando, assim, Hélder Gonçalves nessa classificação. Este último ficou junto de Pedro Silva, efetuando um trabalho excecional, tal como os seus colegas, no controlo da etapa. A fuga só viria a ser alcançada a escassos 10 km do final, após um excelente trabalho de equipa e já após a última grande dificuldade de Tor. Foi nesse momento que os atletas da ACR Roriz mostraram o seu poderio na montanha e isolaram-se na frente da corrida, com cerca de 12 atletas, onde estavam alguns dos principais favoritos à geral e o camisola Amarela, o camisola Azul, João Carvalho, que vestia de branco, e Rafael Torres.



Este grupo restrito viria a disputar a vitória da etapa entre si, tendo Pedro Silva feito 3º no sprint final, Hélder Gonçalves chegou na 5ª posição, a 3s, e ainda dentro do Top-10, João Carvalho. A 10s chegou Rafael Torres, na 18ª posição, João Rocha foi 46º, Flávio Fernandes 84º e Manuel Barbosa 105º.

As excelentes prestações da equipa barcelense resultaram na vitória da competição e, igualmente, na juventude, sendo pelo segundo ano consecutivo, a grande vencedora da Classificação Coletiva, ficando no segundo lugar a equipa da Vito – Feirense e na terceira posição a equipa do BTT-Loulé BPI.

Fonte: ACRR.

Fotos: DR / Tomás Mota / Carlos Viegas.

 

Ir Para Cima