Tag archive

Rali

Joaquim Rodrigues Jr. termina Rota da Seda no nono lugar

Julho 6, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) terminou hoje o rali Rota da Seda no nono lugar, nesta que é a segunda prova do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos concluiu a prova com um sexto lugar na derradeira especial, uma repetição da segunda, que decorreu em torno de Gorno-Altaysk, a 3.03 minutos do vencedor do dia, o australiano Daniel Sanders (Gas Gas).

Já o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi quarto neste último dia, a 2.49 minutos do vencedor.

Com a parte prevista para a Mongólia a ser anulada devido aos efeitos da pandemia de covid-19, a prova foi reduzida de dez para cinco especiais, terminando hoje com o fim da quinta etapa.

Assim, Bühler foi quinto, a 10.18 minutos do vencedor, o austríaco Mathias Walkner (KTM), enquanto Joaquim Rodrigues Jr. foi nono, a 1:20.52 horas de Walkner.

“Esta não foi a melhor corrida para mim, mas, no geral, foi um grande resultado para a equipa”, disse o barcelense, prometendo “trabalho duro para as próximas corridas”.

Nos automóveis, a vitória sorriu ao francês Guerlain Chicherit (Century).

No entanto, com a prova encurtada a apenas 619 quilómetros cronometrados, as equipas Overdrive e South Racing decidiram abandonar em protesto com a falta de previsão da organização face às condições atuais da pandemia.

Fonte: Lusa

Foto: HeroMotoSports

Barcelense Joaquim Rodrigues Jr. foi quinto na Rota da Seda

Julho 4, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

O português e barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi este sábado o quinto classificado na segunda de dez etapas do rali Rota da Seda, segunda prova do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo, mas está no 10.º posto da geral devido a uma penalização referente à primeira etapa.

O piloto de Barcelos atrasou-se a iniciar a especial no primeiro dia de prova devido a problemas elétricos sentidos na sua mota e essa penalização refletiu-se na classificação de hoje, com um atraso de 19.03 minutos face ao líder da corrida, o piloto do Botswana Ross Branch (Yamaha).

Na tirada de hoje, a última disputada em solo russo e com 132 quilómetros cronometrados, Quim Rodrigues foi quinto, a 2.18 minutos do vencedor, o australiano Daniel Sanders (Gás Gás). Branch foi segundo, a 06 segundos, e o norte-americano Skyler Howes (Husqvarna) terceiro, a 57.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sexto, a 2.57 minutos do vencedor, e ocupa o quinto lugar da geral, a 5.03 do líder.

Entretanto, a organização decidiu cancelar a terceira etapa, que marcava a entrada em território mongol, devido à situação da pandemia naquele país asiático.

Esta decisão surge na sequência de um apelo escrito de Denis Protsenko, médico responsável pelas medidas de controlo anti-covid do rali.

“A passagem do rali por território mongol representa grandes riscos para saúde dos participantes e dos organizadores”, disse Protsenko, em declarações ao site oficial do rali, até pela existência de “diversos casos de peste bubónica em várias localidades que seriam atravessadas pela prova”.

Iniciado em 2009 em homenagem à antiga Rota da Seda, que ligava a China ao Ocidente, a prova deste ano tinha previstas 10 etapas entre a Rússia e a Mongólia

Fonte: Lusa

Foto:HeroMotoSports

Barcelense Joaquim Rodrigues Jr. venceu última etapa do Rali do Cazaquistão

Junho 14, 2021 em Ambiente, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O piloto barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) venceu ontem a quinta e última etapa do Rali do Cazaquistão, prova de abertura do Mundial de todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos terminou a última tirada, encurtada de 270 para 160 quilómetros devido a problemas logísticos no reabastecimento aos pilotos, com o tempo de 1:19.51 horas, deixando o segundo classificado, o piloto do Botswana Ross Branch (Yamaha), a 1.07 minutos. O australiano Daniel Sanders (Gás Gás) foi terceiro, a 1.31 minutos do português, que conquistou a primeira vitória de sempre da Hero numa prova do Campeonato do Mundo.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi oitavo neste derradeiro dia de prova, a 2.53 minutos do companheiro de equipa.

A prova foi ganha por Ross Branch, que bateu o austríaco Mathias Walkner (KTM) por 5.07 minutos.

Joaquim Rodrigues Jr. foi sétimo, a 8:46.08 horas, enquanto Bühler foi nono, a 8:48.16 horas do vencedor.

Nos automóveis, a vitória foi do argentino Lucio Alvarez (Toyota), que aproveitou uma avaria sofrida pelo francês Mathieu Serradori (Century) na derradeira etapa, depois de liderar desde o primeiro dia.

Nos SSV, venceu a espanhola Cristina Gutierrez (Can Am), apesar de ter fraturado duas vértebras nesta última especial da prova.

A próxima jornada será o rali Rota da Seda, no início de julho.

Fonte: Lusa

Foto:@HeroMotoSports

Joaquim Rodrigues Jr. recupera terreno no Rali do Cazaquistão

Junho 11, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) recuperou hoje terreno na terceira etapa do Rali do Cazaquistão, prova de abertura do Mundial de Todo-o-terreno em motociclismo.

O piloto de Barcelos, que sentiu desgaste prematuro do pneu traseiro na véspera, concluiu a tirada de hoje, que terminou em Aktau, na oitava posição, a 8.28 minutos do vencedor, o britânico Sam Sunderland (KTM), após 331 quilómetros cronometrados.

“Foi mais uma etapa rápida, pelo que me diverti bastante na mota. Havia alguns locais perigosos devido à velocidade e ainda me perdi nas dunas dos últimos 30 quilómetros, mas consegui reencontrar a rota correta”, explicou o piloto da Hero.

Joaquim Rodrigues Jr. mostrou-se, ainda, “satisfeito por ter colocado os problemas da véspera para trás das costas”.

Foto: @HeroMotoSports 

Já o seu companheiro de equipa, o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi sétimo, a 06.42 minutos do vencedor.

Na classificação geral, houve nova mudança de líder após esta segunda parte de uma etapa maratona, com o norte-americano Ross Branch (Yamaha) a assumir o primeiro lugar, com o tempo de 9:45.46 horas.

Branch tem 6.27 minutos de vantagem sobre o francês Adrien Van Beveren (Yamaha) e 7.22 minutos sobre o anterior líder, o austríaco Mathias Walkner (KTM).

Bühler é nono, a 7:39.32 horas e Joaquim Rodrigues Jr. é 10.º, a 7:44.10 horas do líder.

Nos automóveis, o árabe Yazeed Al-Rajhi (Toyota) venceu pelo segundo dia consecutivo, batendo o francês Mathieu Serradori (Century) por 6.47 minutos.

Na geral, o piloto árabe está, agora, na segunda posição, a apenas 22 segundos de Serradori.

Para sábado está prevista uma tirada, a penúltima da prova, com 308 quilómetros cronometrados.

Fonte: Lusa

Último dia de Rallyspirit 2021 em Barcelos

Junho 5, 2021 em Atualidade, Concelho, Desporto Por barcelosnahorabarcelosnahora

A sexta edição do RallySpirit, a mais emblemática prova de “Rally-Legends” disputada em Portugal e uma das mais populares da Europa volta a marcar encontro com os entusiastas do desporto automóvel.

Hoje, a primeira especial inicia-se em Laúndos, às 10h28, e termina em Macieira de Rates. Os pilotos seguem para a classificativa “Barcelos 2”, às 10h36, e depois regressam à Franqueira, às 11h39. Farão o mesmo trajeto do dia anterior, mas em sentido contrário. Voltam a agrupar no campo da feira às 11h50 e, à tarde, rumam a Laúndos e à Franqueira.

O final da prova está marcado para as 17h15, na Avenida da Liberdade, onde serão coroados os mais rápidos.

Galeria de fotos do dia de ontem do Rallyspirit 2021.

Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes
Foto: orlandocompeticoes

RallySpirit Altronix em Barcelos a 9 de novembro

Novembro 7, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Conheça os condicionamentos no trânsito

De 8 a 10 de novembro, entre Barcelos e Gaia, os amantes do desporto automóvel poderão recuar na história e viver momentos únicos com a presença de alguns dos mais icónicos carros de ralis de todos os tempos.



Aos carros juntam-se pilotos que escreveram algumas das mais belas páginas da história do automobilismo mundial e nacional.

No dia 9 de novembro, os carros e pilotos estão pela cidade de Barcelos com duas subidas ao Monte da Franqueira, a primeira às 12h04 e a segunda às 15h25, e uma super especial, “Boucles de Barcelos” na variante das Torgas, em Arcozelo, que acontece pelas 16h00. Estes serão momentos de adrenalina e nostalgia.

O RallySpirit Altronix, prova automobilística em constante afirmação no contexto dos Rally-Legends mundiais, conta, na sua 5ª edição, com uma verdadeira “chuva” de míticos carros de ralis, com especial destaque para os famosos “Grupo B”, que, nos anos 80, coloriram a era dourada dos ralis.

Aliás, os “Grupo B” são a temática da edição deste ano, que irá para a estrada entre 8 e 10 de novembro, e que conta com um forte nível de internacionalização, prometendo ser a mais apelativa desde que, em 2015, se estreou em solo português. Das mais de 100 equipas inscritas de nacionalidades portuguesa, espanhola, sueca, alemã, inglesa e belga (de um limite máximo de 120), as presenças de maior destaque estão precisamente reservadas para os denominados “Super-Grupo B”, capazes de, pela sua raridade e espetacularidade, fazerem vibrar os aficionados dos ralis como nenhuns outros.

No topo da lista encontra-se o Audi Sport Quattro S1, que será pilotado pelo ex-Campeão do Mundo de Ralis, Stig Blomqvist, que é também o “cabeça de cartaz” da prova. Mas ao “monstruoso” Audi, juntar-se-ão alguns dos seus rivais da altura, como o Peugeot 205 Turbo 16 E2, o Ford RS200 e o MG Metro 6R4, verdadeiros ex-libris dos ralis dos anos 80.

Em 2018 foi a primeira vez que o RallySpirit Altronix passou em Barcelos, afirmando-se como uma prova ímpar no panorama do desporto automóvel nacional, tendo juntado mais de uma centena de carros, sendo que 30% dos participantes eram internacionais.

Condicionamentos de trânsito

A prova realiza-se no dia 9 de novembro, o que faz com que seja necessário interditar, no dia 8 de novembro, o Campo da Feira para a montagem da pista.

No dia 9, dia das classificativas em Barcelos, realizam-se duas classificativas na Franqueira (nas freguesias de Carvalhas, Góios, Remelhe e Rio Covo Santa Eulália) e nas freguesias de Carvalhal, Pereira e Milhazes, uma em Laúndos, nas freguesias de Courel e Macieira de Rates e uma super especial “Boucles de Barcelos”, na variante das Torgas, freguesia de Arcozelo.

As paragens dos autocarros situadas na Av. da Liberdade e na Av. Dr. Sidónio Pais (Bagoeira) deslocam-se para a rotunda da Av. Dr. Sidónio/Rua Cândido da Cunha.

A praça de táxis situada na Av. da Liberdade desloca-se para a Av. dos Combatentes.

Tratando-se de um sábado, e com o trânsito constante dos carros da prova entre no Campo da Feira e as classificativas de Barcelos e Franqueira, o Município informa os automobilistas que devem utilizar itinerários alternativos para as deslocações, caso necessitem de utilizar vias do trajeto Campo da Feira – Franqueira.

As principais vias afetadas serão: Ponte Peregrinos de Santiago (ponte medieval), Rua Fernando Magalhães, Rua José António P.P. Machado e Av. Dr. Sidónio Pais.

Sugere, ainda, que para a travessia entre Barcelos e Barcelinhos, os condutores utilizem o nó das Pirâmides / Ponte de Santa Eugénia.

Para alternativa ao estacionamento no Campo da República (Feira), sugere-se o estacionamento em parques periféricos e a utilização do transporte público na ligação ao centro.

“Desde já, pedimos compreensão pelo incómodo causado”, salienta o Município.

Fonte e foto: CMB.

Barcelense Joaquim Rodrigues participa no DAKAR 2018

Janeiro 5, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O barcelense Joaquim Rodrigues está prestes a iniciar a sua participação no mítico rali DAKAR, edição 2018, que se desenrolará entre 6 e 20 de janeiro de 2018, começando no Peru, passando pela Bolívia e terminando na Argentina.



Com o seu cunhado Paulo Gonçalves, de Gemeses – Esposende, ausente – foi substituído na equipa da Honda pelo chileno Juan-Ignacio Cornejo – Joaquim Rodrigues é o português melhor cotado nas motas e candidato, segundo a opinião especializada, ao top-10 da prova.

Mais uma vez, “J-Rod” representará a equipa HERO MOTOSPORTS, com o número 26, e caso conclua – como se espera – o DAKAR 2018, terá que completar 14 etapas:

Etapa 1 – Lima – Pisco;

Etapa 2 – Pisco – Pisco;

Etapa 3 – Pisco – San Juan de Marcona;

Etapa 4 – San Juan de Marcona – San Juan de Marcona;

Etapa 5 – San Juan de Marcona – Arequipa;

Etapa 6 – Arequipa – La Paz (após a qual, dia de descanso);

Etapa 7 – La Paz – Uyuni;

Etapa 8 – Uyuni – Tupiza;

Etapa 9 – Tupiza – Salta;

Etapa 10 – Salta – Belén;

Etapa 11 – Belén – Fiambalá – Chilecito;

Etapa 12 – Fiambalá – Chilecito – San Juan;

Etapa 13 – San Juan – Córdoba;

Etapa 14 – Córdoba – Córdoba.



Fotos: JR/HMS e DAKAR.

Ir Para Cima