Tag archive

RTP

Fábia Maia: “O mais importante na luta pelo sucesso é respeitar a liberdade dos outros”

Março 5, 2021 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A cantora Barcelense Fábia Maia, conversou com o Barcelos na Hora sobre o seu percurso musical e a sua mais recente conquista como finalista do Festival da Canção.

BnH – Como surgiu a música na sua vida?

Fábia Maia – É muito importante eu focar isto, venho de uma família com poucas possibilidades, vivia só com a minha avó e a minha mãe, os meus pais separaram-se muito cedo. Na escola sentia-me sempre o “patinho feio”, pelo cabelo que tinha e a anca muito larga para a minha idade. Então a minha avó encontrou solução para isso, como gostava muito que eu aprendesse a tocar um instrumento, inscreveu-me numa escola de música.

Mais tarde tive oportunidade de conhecer alguns músicos que admirava, como Jimmy P, Slow J, que participaram no meu primeiro trabalho, e foram importantes para eu perceber o caminho que queria seguir.

Sempre trabalhei e estudei, mas em 2020 no início da pandemia, tomei uma decisão. Despedi-me do emprego que tinha porque me matava a “criatividade”, fiz mudanças muito drásticas na minha vida, e quando eu faço essa mudança de “chip” aparece o convite “direto” para o Festival da Canção.

Fábia Maia

BnH – Sente que vão surgir mais oportunidades depois do Festival da Canção? Como é que está a ser a experiência?

Fábia Maia – É impossível estar no palco dos palcos e não surgirem daí novas oportunidades, independentemente de ganhar ou não.

A experiência está a ser muito cansativa. Temos muitos ensaios, mas estou a gostar muito. Estar em contacto com a produção faz-me sentir bem, e é importante para eu perceber como as coisas se fazem. Conheci muitas pessoas da organização, que levo no meu coração, são excelentes naquilo que fazem.

Para mim foi também uma vitória, porque fui um dos temas menos gostados e passei à Final.

BnH – Já tens alguma surpresa preparada ou estás apenas focada na Final?

Fábia Maia – Estava muito focada na semifinal, só pensava naquilo, neste momento o facto de estar na final significa que posso relaxar. Estou relaxada porque lá estou.

Já terminei o meu primeiro álbum, e vou agora lançá-lo, que é realmente aquilo que eu quero de coração, com festival ou sem festival. Se ganhar “fixe” por que sei que muita gente vai sorrir comigo, se não ganhar a minha história não acaba aqui.

BnH – Gostavas de deixar uma mensagem às pessoas que te acompanham?

Fábia Maia – Para quem me conhece, e para quem não me conhece, eu tenho uma mentalidade quase de “Ronaldo”, o Ronaldo por muito que lhe digam que ele não é o maior, ele sabe que é, e eu aprendi a fazer isso. Sou uma pessoa que já recebeu muitos nãos, mendiguei para ouvirem as minhas músicas, para uma editora trabalhar comigo, mas acho mesmo que Deus escreve direito por linhas tortas. E agora percebo que o meu caminho tinha que ser feito com o meu trabalho.

Queria também dizer às pessoas que não desistam dos sonhos delas, não há sonhos impossíveis.

O mais importante na luta pelo sucesso é respeitar a liberdade dos outros, a liberdade é o sucesso para a eternidade. A minha música reflete muito isso, a música que levei ao festival, “que Dia Lindo para dizer que tudo tem a sua forma de ser”.

A transmissão é feita pela RTP, amanhã dia 6 de março, a canção vencedora irá representar Portugal  no Eurovision Song Contest, que este ano tem lugar em Roterdão, nos Países Baixos, nos dias 18, 20 e 22 de maio.

Para votar na Barcelense Fábia Maia

Canção nº 3: “Dia Lindo” – Fábia Maia
760 30 31 03

Foto: DR

Barcelos,16 alunos apurados para a fase intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura

Fevereiro 23, 2021 em Atualidade, Concelho, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Estão apurados os 16 alunos de Barcelos que vão representar o concelho na fase intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura 2021, depois de realizada a fase municipal. Depois da prova escrita, realizou-se esta segunda-feira, dia 22, a prova oral, em ambiente digital, que incluiu a leitura e argumentação. 


O concurso consta de uma prova escrita e de uma prova oral, subdividindo-se esta em prova de argumentação e prova de leitura, sendo o júri constituído pelo professor José Campinho, a Coordenadora Interconcelhia da RBE, Fernanda Freitas e o historiador Victor Pinho.

Os alunos vencedores desta final vão representar o Município de Barcelos nas provas da Comunidade Intermunicipal do Cávado, que integra os seis municípios do Vale do Cávado, e que se realizam no mês de abril, em Vila Verde.

A final nacional será transmitida pela RTP, no mês de junho, em Oeiras.Este concurso, promovido pelo Plano Nacional de Leitura e que teve a colaboração da Biblioteca Municipal de Barcelos e da Rede de Bibliotecas de Barcelos, realiza-se com o objetivo de estimular o gosto e o prazer da leitura para melhorar o domínio da língua portuguesa, a compreensão leitora e os hábitos de leitura. 


Pode consultar aqui a lista dos alunos vencedores do Concurso Nacional de Leitura (CNL) – Fase Regional

Fonte|Foto: MB

Duo OPSOM atua no “Aqui Portugal”, da RTP1, no próximo sábado

Novembro 12, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Sábado, dia 14 de novembro, o duo OPSOM, composto por Tiago Cortez (Barcelos) e Hugo Castro (Viana do Castelo), atuará no programa da RTP1, “Aqui Portugal”, a partir das 14h00, que irá para o ar a partir de Melgaço.



O duo continua a crescer em notoriedade, tendo já atuado em todos os canais de abrangência nacional, tudo num curto espaço de tempo após o lançamento do seu álbum “Começa a Festa”. Já marcou presença na SIC, TVI e, agora, repete a RTP.

Cartaz de divulgação (Imagem: OPSOM)

Imagens: OPSOM.

Está aberta a votação para as “7 Maravilhas da Cultura Popular”

Junho 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A organização das “7 maravilhas de Portugal”, e a RTP, abriu votações telefónicas para apurar os finalistas das “7 Maravilhas da Cultura Popular”.



O Município de Barcelos “está na linha da frente deste concurso, promovendo o património material e imaterial, apresentando três nomeações entre as sete finalistas do distrito de Braga:  o Figurado (na categoria Artesanato), a Banda Plástica (na categoria Músicas e Danças) e com a Lenda do Galo (Lendas e Mitos)”, refere em nota.

Estas três nomeações foram selecionadas para a fase final do distrito de Braga e vão agora ser sujeitas à votação do público: Banda Plástica (760207820); Figurado de Barcelos (760207822); Lenda do Galo de Barcelos (760207826). O custo da chamada é de 0,60€ + IVA.

O programa começou com 504 candidaturas, avaliadas por um painel de especialistas composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal continental e das regiões autónomas. Posteriormente, passaram pelo escrutínio de um júri de especialistas que reduziram para 140 finalistas regionais, onde Barcelos concorre com três nomeações.

Em cada programa na RTP, num total de 20 a realizar nos meses de julho e agosto, será apurado um pré-finalista que passa às semifinais.

Na fase seguinte, haverá um programa de repescagem, no qual os 20 segundos classificados das eliminatórias distritais/regionais serão submetidos a uma nova votação, com o objetivo de eleger os oito patrimónios mais votados.

Estes irão juntar-se aos outros 20 pré-finalistas já apurados.

Os 28 pré-finalistas vão ser divididos por sorteio pelas duas semifinais e em cada uma delas vão ser apurados as sete candidaturas que tenham mais votos contabilizados.

Na gala final, que decorrerá no dia 5 de setembro, vão ser eleitas as “7 Maravilhas da Cultura Popular”.

O concurso “7 Maravilhas de Popular” tem por objetivo a valorização e reconhecimento daquilo que carateriza o país e assenta, nesta edição, no património cultural material e imaterial das várias regiões e localidades do país, contribuindo para a diferenciação e promoção territorial.

Fonte e imagem: CMB.


João Dias no pódio do “Got Talent Portugal 2020”

Junho 8, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Ontem, a partir das 21h30, os corações barcelenses, assim como os olhos e ouvidos, viraram-se para os ecrãs das televisões para assistir à Gala Final do “Got Talent Portugal” deste ano. O porquê? Porque o guitarrista seu conterrâneo, João Dias, iria participar nessa final e disputar o “ceptro” de vencedor da edição deste ano.



De eliminatória em eliminatória, João Dias foi encantando os jurados e os portugueses com a sua arte e o seu virtuosismo, até alcançar o objetivo da final.

Barcelos uniu-se em torno de “um dos seus”. Ainda para mais, um bem talentoso. Foram os órgãos de comunicação social, a comunicação do Município de Barcelos, instituições e entidades, associações, grupos, páginas das rede sociais e amigos, até pessoas que, quiçá, sem nunca terem contactado com o artista aliaram-se numa onda de apoio ao voto. Quando saiu o número 760 10 20 05, deve ter sido um corrupio para os telefones/telemóveis para votar no João Dias. Chamada curta, de cerca de 3 segundos.

No final, os portugueses deram a vitória ao duo de acrobatas João Pataco e Miguel Tira-Picos. Seguiram-se, no pódio, o João Dias e o jovem violinista bracarense, Gonçalo Pires, sendo que houve uma diferença mínima de votos entre estes dois.

Ao Barcelos na Hora, o jovem guitarrista refere estar “super feliz” com o seu percurso no Got Talent. “Sinto que consegui corresponder às expectativas do programa. Preparei a final com muito detalhe e cuidado, acreditando preencher todos os requisitos que um finalista do Got Talent deve requerer: emoção, risco, espetáculo, cenário, atitude, irreverência e qualidade”, salienta.

João Dias ressalva que, na sua opinião, “o ponto menos positivo da noite foi a opinião dos jurados, que acharam que exagerei nos ‘artifícios’/extravagância. Voltaria a fazer o mesmo número, com a mesma convicção, porque o Got Talent é isto mesmo: qualidade mais espetáculo! Contudo, graças ao apoio de todos os Barcelenses (e não só) consegui chegar ao top-3 do programa, o que acaba por ser gratificante para mim, pois os votos são a opinião do grande público”, concluindo com um “Obrigado a todos!”.

Gratos estamos nós, João, por representares tão bem Barcelos!

[Ndr: notícia atualiza a 08.06.2020, pelas 21h00]

Barcelos finalista em três categorias às 7 Maravilhas da Cultura Popular

Junho 8, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos é finalista regional do concurso “7 Maravilhas da Cultura Popular”, que visa evidenciar o património cultural material e imaterial de Portugal, com três nomeações entre as sete finalistas do distrito de Braga.



O Figurado, na categoria Artesanato, a Banda Plástica na categoria Músicas e Danças, e a Lenda do Galo, nas de Lendas e Mitos, foram escolhidos pelo painel de especialistas do concurso para figurar entre os 140 finalistas regionais da edição 2020 das 7 Maravilhas, dedicada à Cultura Popular.

Esses 140 finalistas, apresentados no dia 7 num programa televisivo transmitido em direto na RTP1, resultam de uma seleção entre 504 candidaturas avaliadas por um painel de especialistas composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal Continental e das regiões autónomas.

Para cada uma das regiões foram escolhidos sete patrimónios que vão ser apresentados para votação pelo público em vinte programas transmitidos em direto pela RTP1 a partir de 6 de julho.

O concurso “7 Maravilhas da Cultura Popular” tem como objetivo a valorização e reconhecimento daquilo que carateriza o país e assenta, nesta edição, no património cultural material e imaterial das várias regiões e localidades do país, contribuindo para a diferenciação e promoção territorial.

De notar que o concelho de Barcelos é um território com uma identidade cultural e etnológica muito forte decorrente da variedade de artes e ofícios.

Fonte e imagem: CMB.

Queijadinhas de Barcelos são pré-finalistas das “7 Maravilhas Doces de Portugal”

Agosto 12, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A RTP vai estar na cidade de Braga na próxima quinta-feira, 15 de agosto, para emitir e apresentar os doces semifinalistas do distrito de Braga, entre eles as Queijadinhas de Barcelos.



A emissão vai contar com os apresentadores Jorge Gabriel, Joana Teles e Inês Carranca, sendo transmitida entre as 10h00 e as 13h00, e retomada das 14h20 às 17h30.

Recorde-se que há sete doces do distrito de Braga entre os nomeados para as “7 Maravilhas Doces de Portugal”, nomeadamente, as Queijadinhas de Barcelos, o Pudim Abade de Priscos, as Tortas de Guimarães, o Bolinhol de Vizela, os Beneditinos de S. Bento de Terras de Bouro, as Barquilheres de Vieira do Minho e as Clarinhas de Esposende.

Para ajudar as Queijadinhas de Barcelos passar à final das “7 Maravilhas Doces de Portugal”, pode votar através do 760 107 132.

Fonte e imagem: CMB.

Concurso “O Preço Certo” em direto de Barcelos no dia 28 de julho

Julho 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O concurso televisivo “O Preço Certo”, transmitido na RTP 1, vai emitir um programa em direto a partir da frente ribeirinha de Barcelos, no próximo dia 28 de julho, às 21h00.



“O Preço Certo” é um dos programas mais duradouros da televisão nacional, estando entre os mais vistos e preferidos dos portugueses. Fernando Mendes e a sua equipa estão de malas feitas não só para a Barcelos como para o horário nobre da televisão.

A seleção dos concorrentes e público é da responsabilidade da produção do concurso que, nos próximos dias, vai contactar as pessoas que se inscreveram para o número de telefone previamente disponibilizado, até ao limite da lotação dos lugares, para prestar todas as informações relativas à sua participação.

O concurso vai ser transmitido em direto com o apoio do Município de Barcelos. Vão ocorrer os habituais passatempos para atribuição de prémios aos concorrentes, intercalados com momentos musicais.

Há mais de uma década em emissão contínua na RTP1, este é o concurso de maior longevidade da televisão mundial. Em Portugal, estreou no dia 11 de fevereiro de 2002 com o nome “O Preço Certo em Euros”, para familiarizar os portugueses com a nova moeda. Foi primeiro apresentado por Jorge Gabriel e depois por Fernando Mendes, com Miguel Vital a dar voz à apresentação dos prémios.

Em 2006 foi relançado com o nome original de “O Preço Certo” mantendo o apresentador e toda a boa disposição.

Fonte e imagem: CMB.

Votação para as “7 Maravilhas Doces de Portugal” está aberta

Junho 28, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Os portugueses já podem votar nas Queijadinhas de Barcelos

A organização das “7 maravilhas de Portugal” e a RTP acabam de abriram a votação das “7 Maravilhas Doces de Portugal”, que se prolonga até 15 de agosto.



Depois da passagem das “Queijadinhas de Barcelos” no concurso das “7 Maravilhas de Portugal – Barcelos”, o Município promove a doçaria tradicional local no âmbito deste concurso tendo por argumento central este doce típico do território. “As queijadinhas de Barcelos”, da Pastelaria Colonial, foram selecionadas para a fase final ao nível do distrito de Braga e vão agora ser sujeitas à votação do público através do 760 107 132 (a chamada tem um custo de 0,60€ + IVA).

Uma passagem para a fase seguinte importante face a uma vasta concorrência de quase um milhar de doces regionais, que passaram pelo escrutínio de um júri de especialistas, e que já garantiu um lugar de destaque nas “7 Maravilhas Doces de Portugal”, entre 140 doces finalistas.

“As Queijadinhas de Barcelos” apresentam-se na forma de uma estrela de cinco bicos, a massa do recheio está envolvida no papel de hóstia, depois tem que lhe ser dado um formato, vai ao forno a cozer e, quando cozida, é mergulhada numa calda de açúcar e seca ao ar, o que lhe dá uma cor branca. A base do recheio é diferente, pois para além da amêndoa são também ingredientes o puré de batata e pão de ló esfarelado.

Este é um doce antigo com identidade forte. Todavia, não existem dados muito precisos quanto ao início da sua confeção, e autoria. No entanto, alguns documentos referem que estas já existiam por volta de 1900, na Confeitaria Salvação de Barcelos, sob a designação “A Bela Queijadinha”. Também outras confeitarias, tais como a Colonial, confeitaria centenária da cidade de Barcelos, as produziam, segundo outros documentos.

Uma novidade desta edição é a existência de um grande júri, órgão de deliberação constituído por sete figuras mediáticas, que será responsável pela repescagem de oito candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas.

Os 28 pré-finalistas serão divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, em dois programas transmitidos em direto na RTP1, em horário nobre.

Em cada semifinal são apurados sete doces, aqueles que tiverem mais votos contabilizados. A gala final realiza-se a 7 de setembro e será transmitida pela RTP1, também em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos pelos portugueses as “7 Maravilhas Doces de Portugal”.

A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será transmitida pela RTP1, em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos 7 doces pelos portugueses como “7 Maravilhas de Portugal®”.

Fonte e imagens: CMB.

Barcelos é pré-finalista nas “7 Maravilhas Doces de Portugal”

Junho 1, 2019 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Depois da passagem das “Queijadinhas de Barcelos” no concurso das 7 Maravilhas de Portugal – Barcelos, o Município está na linha da frente para promover a doçaria tradicional local no âmbito deste concurso tendo por argumento central este doce típico do território.



“As queijadinhas de Barcelos”, da Pastelaria Colonial, foram selecionadas para a fase final ao nível do distrito de Braga, e vão agora ser sujeitas à votação do público. Uma passagem para a fase seguinte importante face a uma vasta concorrência de quase um milhar de doces regionais, que passaram pelo escrutínio de um júri de especialistas, e que já garantiu um lugar de destaque nas 7 Maravilhas Doces de Portugal, entre 140 doces finalistas.

O Município de Barcelos apresentou uma candidatura à iniciativa ”7 Maravilhas Doces de Portugal”, cujo propósito é a eleição dos melhores doces de Portugal, destacando a tradição e a inovação, associada à utilização de produtos endógenos.

“Esta candidatura insere-se no âmbito da estratégia do Município de Barcelos, na promoção de uma das suas maiores marcas, a Gastronomia. A área da doçaria integra o Programa dos 7 Prazeres da Gastronomia e reflete a identidade do território de Barcelos, um concelho turisticamente apetecível”, refere o Município em nota.

De recordar que o Município de Barcelos passou à segunda fase com os cinco doces com que se candidatou: “Queijadinhas de Barcelos”, “Brisas do Cávado”; “Doce Branco”; “Sonhos”; “Marmelada” e “Isabelinhas”.

“As Queijadinhas de Barcelos” apresentam-se na forma de uma estrela de cinco bicos, a massa do recheio está envolvida no papel de hóstia; depois tem que lhe ser dado um formato, vai ao forno a cozer e, quando cozida, é mergulhada numa calda de açúcar e seca ao ar, o que lhe dá uma cor branca. A base do recheio é diferente pois, para além de amêndoa, são também ingredientes o puré de batata e pão de ló esfarelado.

Considerado um doce antigo e com identidade forte, todavia não existem dados muito precisos quanto ao início da sua confeção e autoria. No entanto, alguns documentos referem que estas já existiam por volta de 1900, na Confeitaria Salvação de Barcelos, sob a designação “A Bela Queijadinha”. Outras confeitarias, tais como a Colonial, confeitaria centenária da cidade de Barcelos, também as produziam, segundo outros documentos.

Uma novidade desta edição é a existência de um grande júri, órgão de deliberação constituído por sete figuras mediáticas, que será responsável pela repescagem de oito candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas.

Os 28 pré-finalistas serão divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, em dois programas transmitidos em direto na RTP1, em horário nobre.

Em cada semifinal são apurados sete doces, aqueles que tiverem mais votos contabilizados. A gala final realiza-se a 7 de setembro e será transmitida pela RTP1, também em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitas, pelos portugueses, as 7 Maravilhas Doces de Portugal.

A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será transmitida pela RTP1, em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados os portugueses vão eleger 7 doces como 7 Maravilhas de Portugal®.

Fonte e fotos: CMB.

Ir Para Cima