Tag archive

Trail Running

10ª edição do Grande Trail Serra d’Arga adiada para 2021

Maio 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A Carlos Sá Nature Events enviou uma nota de imprensa às redações informando que a 10ª edição do evento Grande Trail Serra d’Arga, que se iria realizar nos dias 20, 25, 26 e 27 de setembro de 2020, ficará adiada para 2021.



“Infelizmente, devido à situação atual da Pandemia por COVID-19 e respetivas orientações das autoridades de saúde, entenderam os municípios parceiros decretar o cancelamento dos eventos, incluindo os desportivos, até ao final de setembro, não sendo assim possível a realização do GTSA 2020”, refere a promotora barcelense.

O evento voltará em 2021, no fim de semana de 25 e 26 de setembro, para a comemoração do seu 10º aniversário, com um formato semelhante àquele que estava previsto para 2020.

A organização já se encontra a trabalhar para brevemente abrir as inscrições para 2021 e divulgar informação atualizada sobre o evento.

As inscrições ficarão brevemente disponíveis em https://www.carlossanatureevents.com e toda a informação será publicada neste mesmo site e na página de Facebook do evento  https://www.facebook.com/GTSerraDArga/?epa=SEARCH_BOX.

“A Carlos Sá Nature Events agradece a todos os atletas que já estavam inscritos, aos Municípios parceiros e a todas as restantes entidades e patrocinadores envolvidos, pela confiança depositada no projeto e conta com todos para levar a cabo uma 10ª edição ainda mais memorável do Grande Trail Serra d’Arga. Protejam-se, fiquem em segurança e em breve será possível voltar aos trilhos e às provas”, conclui.

Imagem: CSNE.

A “Tribo”

Maio 1, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo, Opinião port barcelosnahorabarcelosnahora
Pedro Soares de Sousa

Caros leitores,

Devido ao confinamento caseiro e ao excessivo ócio que este provoca, as pessoas veem-se forçadas a encontrar novas formas de combater a pausa em demasia, com todos os malefícios que isso traz para o seu corpo e saúde.



No entanto, enquadrado no Decreto nº 2-A/2020, de 20 de março, que executava a declaração do estado de emergência efetuada pelo Decreto do Presidente da República nº 14-A/2020, de 18 de março, e sem alteração nas subsequentes renovações, eram permitidas aos cidadãos “Deslocações de curta duração para efeitos de atividade física, sendo proibido o exercício de atividade física coletiva” (in: https://covid19estamoson.gov.pt/estado-de-emergencia-nacional/pacote-de-medidas/), se bem que essa atividade física não podia ser realizada por mais do que duas pessoas em conjunto. Muito se falou sobre este pormenor, muito se criticou, muito se aconselhou. Notava-se muito receio nas pessoas, muito abuso por parte de quem aproveitava, então, para andar a correr pelos passeios e matas, quando antes não o fazia ou fazia pouco. Notava-se muito moralismo e alguma hipocrisia. Enfim, havia de tudo um pouco! Agora, com a declaração de Estado de Calamidade de ontem, a situação tende a normalizar, pelo menos no que concerne às “corridinhas” com mais algumas (não muitas) pessoas.

Mas o intuito deste artigo não é o de nos debruçarmos sobre estas atividades, mas sim, o de falar das saudades de fazermos exercício, como o atletismo, o running (street, trail, entre outros), as caminhadas, as simples corridinhas para aquecer e “desenferrujar os músculos”, o BTT, a Orientação, entre outras novas “modas” que nos levam a percorrer vias, passeios, tracks e caminhos por estas nossas terras.

Há um par de anos, comecei a correr e a fazer uns treininhos de final de tarde, início de noite. Já costumava correr anteriormente, mas por essa altura comecei a fazê-lo mais frequentemente, sempre em boa companhia. Por isso, as “saudades” a que me refiro, eu também as sinto!

Tal como eu, os aficionados destas modalidades devem estar, por esta altura, cheios de saudades do burburinho do início das provas, dos speakers a incentivarem, dos relógios e programas de treino, do aquecimento ou da conversa antes da partida. Mas também das paisagens e pormenores que se veem ao passar nos trilhos, dos abastecimentos durante as provas, da bifaninha e do fininho no final, do convívio com aquelas pessoas das quais, na esmagadora maioria das vezes, nem sabemos os nomes, mas já conhecemos “de vista”, dos tracks, dos obstáculos ou da aglomeração na meta. Até do “esquerda…direita”, para deixar passar os mais rápidos e desejosos de vitória!

A esmagadora maioria das pessoas que participam nestas provas tem como objetivo concluí-las, ultrapassar os seus limites, exceder as suas expectativas. Poder chegar ao final e receber um prémio de finisher (por norma, uma medalha). Não para se vangloriar, mas como recordação de que conseguiu chegar ao fim, conseguiu terminar aquela prova. É verdade que durante a mesma, os trail runners ou mesmo os betetistas, passam por momentos de maior tensão, principalmente quando têm obstáculos difíceis de ultrapassar e transpor, quando se encontram presos em lama, em riachos ou a lutarem contra cãibras, cansaço e intempéries tais que lhes entra na mente que não irão conseguir e a luta passa a não ser apenas física, para ser, igualmente, psicológica.

É a estas pessoas, quando isoladas ou em grupo, que gosto de chamar – carinhosamente –  de “A Tribo”!

Agora que a “vida” vai recomeçando a normalizar, dentro do que se poderá considerar “normal” nesta altura de pandemia, as pessoas também vão recomeçando a praticar o seu desporto, que se aconselha, possa ser da forma o mais segura e protegida possível.

Em breve, tudo terá passado e estaremos de volta aos trails, às caminhadas, ao BTT, Orientação, ciclismo, futebol…enfim, à nossa “rotina” desportiva! E que bom será…

Não posso terminar sem deixar as minhas palavras de apreço e dedicar este meu artigo a um amigo de longa data, o Paulo Costa (Alvarelhos – Trofa), que, soube-o há dias, voltou a correr depois de 13 meses de inatividade devido a lesão e outras complicações! Também ele aficionado dos trails longos!!  Caro Paulo, a Vida pode colocar-nos obstáculos e podemos achar que não conseguimos transpô-los, mas, com força e esperança, o “Sol” volta a “sorrir-nos” (sabes do que falo)! Sê bem-vindo (mesmo que ainda limitadamente) à “rotina”…sê bem-vindo de volta à “Tribo”!!

Por: Pedro Soares de Sousa* (Professor e Diretor do Barcelos na Hora)

Fotos: Eugénia Faria-Faria Joaquim (alterada) e DR.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

Juniores da ACR Roriz iniciam calendário ciclístico em Espanha

Março 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A formação Júnior da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, tal como aconteceu em 2019, iniciou o seu calendário de provas da vertente de Estrada, no passado sábado, no Circuito del Guadiana, prova de abertura da Taça de Espanha e que contou com 200 atletas à partida, de 25 equipas de Espanha e de 3 de Portugal.



Apresentou-se à partida com cinco atletas, sendo eles Lucas Braga, Guilherme Santos – que transitam do ano passado –, Ricardo Machado (Ex-CC Barcelos) e os estagiários brasileiros Marcelo Gabriel e Victor Paula, atletas provenientes da Confederação Brasileira de Ciclismo.

Esta edição ficou marcada pela muita chuva que, associada a um extenso pelotão, resultou em inúmeras quedas, que, infelizmente, atingiram os atletas rorizenses, sendo que Ricardo Machado e Lucas Braga tiveram de receber tratamento hospitalar.

No parâmetro desportivo, destaca-se o 29º lugar de Marcelo Gabriel e o 75º de Victor Paula.

A próxima prova para a equipa de Juniores é já no próximo sábado, em Fafe, na prova de abertura do calendário Nacional.

Manuel Miranda vence Minho Lima Trail

Também no passado domingo realizou-se, em Ponte de Lima, o IV Minho Lima Trail, que contou com cerca de 600 atletas.

Manuel Miranda, da ACR Roriz, em Master 55, venceu o Trail Curto de 15km (27º da Geral), com o tempo de 1h38m.

Fotos: DR.

Serra Amarela SkyMarathon 2020 tem partida inédita a 340m debaixo de água

Março 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

A grande novidade da Serra Amarela SkyMarathon deste ano é a partida das provas Ultra Trail 48km e Trail Longo 30km a 340m debaixo do nível da água da albufeira do Lindoso.



A Central Hidroelétrica do Alto Lindoso tem um salão subterrâneo com mais de dois mil metros quadrados, uma altura de 25m e, no teto, um sistema de iluminação que simula um céu estrelado. “Debaixo de água”, a uma profundidade destas, será uma partida que ficará na memória de todos aqueles que marcarem presença, no dia 14 de junho, nesta SkyMarathon.

Por razões logísticas, as distâncias de 48km e 30km terão um limite de 250 inscrições cada.

A realização deste evento neste fantástico espaço resulta da colaboração entre a EDP, a Carlos Sá Nature Events e o Município de Ponte da Barca, como já vem sendo hábito na prova Internacional Peneda-Gerês Trail Adventure.

Para além deste atrativo, haverá uma subida inicial única, com passagem pelo fantástico Castelo de Lindoso, e um desnível positivo de 1.333 metros em pouco mais de 10 quilómetros de distância. A sala onde será dada a partida situa-se a apenas 27m do nível médio das águas do mar e o alto da Louriça, nona elevação de Portugal Continental, situa-se a 1.360m de altitude.

As vistas incríveis sobre as Serras do Gerês, Peneda e Soajo, assim como sobre todo o Vale do Lima até à sua foz em Viana do Castelo, os trilhos técnicos e as passagens pelas Aldeias preservadas da Serra Amarela, tornam esta prova inédita e única.

Esta será a 3ª edição do Serra Amarela Sky Marathon e, novamente, a aldeia de Entre-Ambos-os-Rios, no Município de Ponte da Barca, será a anfitriã e a base logística para mais um inesquecível evento de trail running.

Será possível competir nas distâncias de 48Km, 30 Km e 15 Km. Todas as provas competitivas pontuarão para o Circuito Nacional da ATRP: os 48k para o Circuito Nacional de Trail Ultra série 100, os 30km para o Circuito Nacional de Trail série 150 e os 15km integram o Circuito Nacional Jovem para os atletas Juvenis e Juniores.

Haverá também uma caminhada de 9 Km, cujo valor reverterá, em parte, a favor dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca.

O evento contará, também, com o Serra Amarela Kids, no qual as crianças, entre os 6 e os 15 anos, poderão correr pequenas distâncias, de carácter não competitivo. As inscrições para o Serra Amarela Kids são gratuitas e poderão ser feitas no próprio dia.

No final das suas provas, todos os participantes terão direito a banhos quentes no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica de Entre-Ambos-os-Rios e reforço alimentar na meta.

Para inscrições e mais informações, clicar em: https://www.carlossanatureevents.com/pt/serraamarela.

«Como não Amar[ela]?  💛

…Sem capelas e sem romarias, cruzam-na os lobos, os javalis e as corças … mora nela o sopro claro das livres asas e o riso aberto dos grandes sóis.”»

“Serra Amarela”, por Miguel Torga.

Fotos: DR.

“Trail Rota do Leite” inicia Troféu “Best Runners Barcelos”

Fevereiro 14, 2020 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 23 de fevereiro, a freguesia de Macieira de Rates recebe a 1ª edição do “Trail Rota do Leite”, que inicia e termina na mesma localidade barcelense.



De acordo com a organização, este é “um evento de cariz lúdico desportivo e uma prova de corrida de montanha que percorre trilhos e caminhos rurais, com o charme de campos, vales, vinhas e vistas deslumbrantes na tranquilidade e monumentalidade” que irão surpreender os participantes.

Este Trail é a primeira etapa do Troféu “Best Runners Barcelos” que é constituído por mais duas: “Trail Rota dos Peregrinos (a 07 de junho, em Carvalhal) e “Trail São Gonçalo” (a 20 de setembro, em Carapeços).

A prova é promovida com fins de lazer e turísticos/culturais, enquadrando-se no regulamento de “Prova Aberta” da ATRP – Associação de Trail Running de Portugal e da FPA – Federação Portuguesa de Atletismo, baseada nas diretrizes da ITRA – International Trail Running Association.

O “Trail Rota do Leite” é constituído por Trail Longo (25km, com partida pelas 8h45), Trail Curto (15km, com partida pelas 9h15) e Caminhada (10km, com partida pelas 9h30).

A inscrição pode ser realizada através do link que se segue (basta clicar para aceder automaticamente):

https://www.prozis.com/pt/pt/evento/trail-rota-do-leite?utm_source=&utm_medium=&utm_content=home&utm_campaign

Cada inscrição dará direito a dorsal, classificação com chip eletrónico, reforço líquido e sólido, seguro, t-shirt, troféus por escalões (M/F), banho, massagem desportiva no final da prova e medalha finisher.

Imagem: BR.

ACR Roriz: José Ribeiro e Manuel Miranda em provas fora do concelho

Dezembro 18, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Master 40 da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT, José Ribeiro, rumou, mo passado domingo, a Vila Nova de Quires – Marco de Canaveses, onde foi o único representante da equipa rorizense, na segunda prova da Superliga de Ciclocrosse da AC Porto, tendo registado o 6º lugar na sua categoria.



A próxima competição de ciclocrosse é em Paços de Ferreira, no dia 28 de dezembro, e é pontuável para a Taça de Portugal.

Já o Manuel Miranda participou, também nesse domingo, no Trail das Andorinhas, que se realizou na Póvoa de Lanhoso, onde obteve o 14° lugar da geral e 4° no escalão M50, na distância de 11 Km, com o tempo 1h05m.

Foto: DR (alterada).

Barcelense José Faria em quinto lugar nos 300km da ALUT – Algarviana Ultra Trail

Dezembro 2, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

Na prova mais longa de Portugal, o atleta cumpriu o exigente desafio em 47h16m

Foram 95 atletas – 86 homens e 9 mulheres – de 8 nacionalidades (Portugal, Espanha, Brasil, França, Escócia, Inglaterra, Polónia e Uruguai) que iniciaram, na passada quinta-feira, 28 de novembro, pelas 16h30, o desafio que os levaria de Alcoutim ao Cabo de São Vicente, em Sagres, pela Via Algarviana. Sendo as 72 horas o tempo limite para a conclusão da prova.



José Faria, atleta da VELHA GUARDA, apoiado pela ARCH MAX, participou pela segunda vez nesta prova. O barcelense de 33 anos é uma referência entre os amantes de longas distâncias, sendo conhecido pela sua regularidade, resistência e amplo currículo.

Recentemente, conquistou o 8º lugar nos 100km do Trail Amigos da Montanha e o 4º lugar nos 85km do Ecotrail Funchal-Madeira.

Paul Giblin, do Reino Unido, venceu esta terceira edição da ALUT. O atleta da COMPRESSPORT completou os 300 km da prova em 38h06m, batendo o recorde da prova, que pertencia ao, até agora, único vencedor, João Oliveira, com a marca de 41h40m.

Patrícia de Carvalho foi a grande vencedora feminina do ALUT, tendo terminado os 300km em 64h47min, nesta que foi a sua terceira participação na prova.

O igualmente barcelense Sérgio Matos também completou este longo desafio, tendo cruzado a meta após 68h46m de prova.

Foto: DR.

Trail Amigos da Montanha comemora 10 anos

Novembro 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto port barcelosnahorabarcelosnahora

Jerôme Rodrigues conquista os 100km do Trail Endurance

O décimo Trail Amigos da Montanha foi para o terreno nos dias 16 e 17 de novembro e o número de edições trouxe uma prova com três dígitos para comemorar os 10 anos, daquela que é uma das provas com mais história no trail nacional.



Pela primeira vez no Minho, realizou-se uma prova de trail acima dos 100km e os atletas responderam positivamente à chamada. Foram 175 os que quiseram estar numa partida emocionante, colorida pelo fogo de artifício, na Av. da Liberdade, em Barcelos. E depois do início, pelas 23h00 do dia 16, correram 101km pelos trilhos de Barcelos e Esposende.

As condições atmosféricas não foram as melhores, com o frio e chuva a marcar presença, mas os trilhos preparados foram ao gosto de todos.

A preparação da prova levou meses para definir e limpar os trilhos. No fim de semana do evento, o trabalho da equipa de voluntários também foi imenso. Mas a recetividade e a satisfação dos atletas no final da prova fizeram esquecer todo o esforço de dias.

O barcelense Jêrome Rodrigues, da equipa Velha Guarda, foi o mais rápido no Ledechem Trail Endurance, levando 11h13m34s para completar os 101km. Ricardo Silva, EDV – Viana Trail, foi o segundo classificado (11h36m02s), seguido de Pedro Barros, da Oralklass – Amigos do Trail (12h07m04s).

Rosália Silva e Elisabete Santos foram as mais rápidas no setor feminino. As colegas de equipa – Team Lantemil – cortaram a meta lado a lado (17h23m34s). Gisela Pereira, da Desnível Positivo, foi a terceira classificada (18h24m03s).

Mas o trail trouxe ainda mais quatro provas competitivas e uma caminhada, chamando mais de 1300 inscritos para as seis distâncias

O Sidónios Trail Ultra, de 69km, voltou a fascinar uma centena de participantes. Sérgio Sá, do Águias de Alvelos, voltou a vencer a distância (7h29m15s), seguido de Santi Obaya Fernandez, da Prozis Athletes (7h46m30s) e de Borja Arias Rozada (8h09m55s), do Team Obaya.

Raquel Andrade foi a primeira no feminino (11h05m38s), seguida de Marinha Pires (11h43m59s), do Afifense Trail, e Ana Catarina Melo.

Na distância de 32km, os atletas correram o Crédito Agrícola Caixa do Noroeste Trail Longo.

Ruben Veloso, da EDV – Viana Trail (02h30m49s) foi o mais rápido, seguido do colega de equipa, Emilio Montilla Fernandez (02h38m19s) e Adrian Rodriguez Diaz, do Boavista Trail (02h43m08s)

A barcelense Fátima Melo, da LOVE TILES, venceu no feminino (03h04m22s), seguida de Carla Santos, do Montanha Clube Trail Running/Efapel (03h13m04s) e Andreia Correia (03h14m00s), do EDV – Viana Trail.

No Martins & Filhos Trail Curto, com a distância de 22km, os pódios da geral ficaram completos com os atletas do Águias de Alvelos, Bruno Ribeiro (01h45m40s) e Carlos Veloso (01h49m06s), e Carlos Coelho, do TRAIL ME (01h49m59s).

Andreia Almeida (02h16m44s), da Furfor Running Project; Ana Sousa, do Team Lantemil (02h17m36s), e Raquel Doiro González, do Ultra Life Team (02h18m07s), fizeram o pódio feminino.

Nos 15km do Águas de Barcelos Mini Trail, João Ferreira, do AiróRun, foi o mais rápido (01h08m59s), seguido de Nelson Loureiro (01h09m19s) e José Silva, do AiróRun, com 01h15m20s.

Lucinda Sousa, da Prozis Athletes, ocupou o lugar mais alto do pódio, no setor feminino (01h22m21s), e foi acompanhada de Tânia Covas Costa (01h35m20s), do .COM-Clube Ori Minho, e Ângela Soares (01h35m40s), da A.D.Amarante.

Fonte e fotos: AM.

Tomás Carvalho e Paulo Fernandes, da ACR Roriz, no pódio da Taça de Portugal de Ciclocrosse

Novembro 5, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

O Parque Urbano Sara Moreira, em Santo Tirso, recebeu, este domingo, a segunda prova pontuável para a Taça de Portugal de Ciclocrosse, que contou com a presença de atletas da ACR RORIZ SEISSA | KTM-BIKESEVEN | MATIAS&ARAÚJO | FRULACT.



O cadete Tomás Carvalho voltou a estar na discussão pela vitória, acabando por terminar no 3° posto, repetindo, assim o resultado, de Melgaço. Também em cadetes, João Martins andou sempre perto da frente da corrida, acabando por alcançar o 7° lugar. Já Diogo Carreiras foi 13°, Bruno Lopes 16°, Gabriel Baptista 19° e Guilherme Vilas Boas 20°.

Nos Juvenis, a disputa esteve acesa, com Paulo Fernandes a ser 3°, Diogo Miranda 4º, Gonçalo Silva 5°, Afonso Coelho 9° e Gonçalo Rodrigues 10°.

Em Master 40, José Ribeiro mostrou estar em crescimento de forma, rodando sempre perto do TOP 10 e acabando por alcançar a 11ª posição.

Nas contas da Geral da Taça de Portugal, Tomás Carvalho está em 3°, João Martins fecha o TOP 10 e Diogo Carreiras é 15°. Em Master 40, José Ribeiro está na 16ª posição.

A Taça de Portugal ruma, agora, a Bragança com a prova a realizar-se a 17 de novembro.

Manuel Miranda 3° no II Trail do Galo

Manuel Miranda foi, este domingo, 3° classificado na categoria M50, no 2° Trail do Galo, que se disputou em Galegos Santa Maria e percorreu trilhos das belas encostas do Monte do Facho.

O atleta percorreu o Trail Longo (22km) em 02h18m16s. No Percurso do Trail Curto (14km) esteve presente Joaquim Rodrigues, que obteve o 11° lugar em M50, com o tempo de 01h40m39s.

Fotos: DR.

Carlos Sá Nature Events organiza “Sistelo Extreme Marathon 2019”

Outubro 24, 2019 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo port barcelosnahorabarcelosnahora

No passado domingo, dia 20 de outubro, realizou-se a 2ª edição da “Sistelo Extreme Marathon”, um projeto da Carlos Sá Nature Events®, em parceria com o Município de Arcos de Valdevez e Junta de Freguesia de Sistelo, que levou até à maravilhosa Aldeia de Sistelo cerca de 600 participantes oriundos de 10 países.



A “Sistelo Extreme Marathon®” é uma prova única, que combina percursos em ecovia, estradas de montanha, e, numa pequeníssima percentagem, percurso em trilho. Ao longo dos diferentes percursos, os participantes puderam maravilhar-se e apreciar a paisagem verde e luxuriante da região, de frescura abundante e banhada pelo encanto do Rio Vez, terminando na magnífica aldeia de Sistelo, também conhecida pelo “Pequeno Tibete Português” e recentemente classificada como uma das “7 Maravilhas de Portugal”.

Praticamente todos os percursos decorreram dentro do Município de Arcos de Valdevez, um dos cinco que integram a área do único Parque Nacional do país, o Parque Nacional Peneda- Gerês, classificado como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO em 2009.

Na prova rainha, a “Eco Marathon 42Km”, foi Germano Figueira quem levou a melhor, com 3h30m12s. Daniel Costa, do Clube de Atletismo de Fafe, com 3h40m05s, ficou em 2º ligar, e Bruno Maia fechou a tríade do pódio masculino desta distância, com um tempo de 3h41m10s.

Nas mulheres, Juliana Onuma, da Viana Running, conquistou o lugar mais alto do pódio com 4h34m07s, 11 minutos antes de Maria Lopes, que conquistou o 2º lugar dos femininos, em 4h45m53s.  A atleta da Relative Team, Karolina Janosikova, chegou em 3º lugar com 4h45m56s.

Já na “Eco Race 32Km” foi Rúben Veloso, da Academia Desportiva de Arcos de Valdevez, quem arrebatou o 1º lugar, em 2h25m34s. Gonçalo Cruz, individual, com um tempo de 2h41m04s, classificou-se em 2º lugar, e Fernando Carvalho, da Nós Acreditamos, com 2h50m03s, ocupou o último lugar do pódio.

Gabriela Pereira foi a primeira das mulheres a cortar a linha de chegada com 3h24m14s, seguida da segunda classificada, a atleta da Academia Desportiva de Arcos de Valdevez, Paula Costa, que terminou o percurso em 3h29m49s. Fechou a tríade do pódio a atleta Maria Marinho, do Viana Running, com 3h41m10s.

Na “Eco Half Marathon 21km”, Duvernet Pierre foi o 1º, com um tempo de 1h34m38s, com uma vantagem de apenas alguns segundos em relação ao 2º classificado, Eusébio Fernandes, do Clube de Atletismo de Fafe, que terminou em 01h35m11s. Filipe Sousa foi o 3º a atravessar a meta, com um tempo de 1h36m55s. A atleta do Viana Running, Cristina Iglésias, foi a primeira mulher a cortar a meta, conquistando, assim, o mais alto lugar no pódio feminino, com um tempo de 1h53m33s. A atleta Helena Sousa, também do “Viana Running”, classificou-se em 2º lugar, com 1h54m04s, e, aproximadamente um minuto depois, chegou Joana Fernandes, da Akuafit Runners, que fechou o pódio das mulheres.

Por fim, na “Eco Race 13km”, o pódio masculino foi composto por Pedro Pontes, da Seri Trail Team, com 1h06m30s, por José Miranda, com 1h06m32s, e Rafael Morais, com 1h07m19s. No setor feminino, foram as atletas Cristiana Ferreira, com 1h23m10s, Diana Costa, com 1h29m11s, e Nathalie Afonso, da Academia Desportiva de Arcos de Valdevez, com 1h29m46s, que ocuparam os lugares mais altos do pódio.

O evento contou, ainda, com uma caminhada solidária de 7km cujos fundos reverteram para os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, honrando, desta forma, o trabalho excecional desta grande instituição.

“A Organização agradece a todos quantos participaram e se desafiaram nos trilhos lindíssimos de Arcos de Valdevez e Sistelo tornando este dia em ‘Uma Maravilha de Festa’”, refere em nota.

Agradece ainda a confiança depositada por todos os que apoiaram a realização deste evento: Município de Arcos de Valdevez, Junta de freguesia de Sistelo, Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Milaneza, Ecomobile, Avianense, 4Moove, Impetus, Água do Fastio e Crédito Agrícola Caixa do Noroeste.

Fonte: CSNE.

Fotos: Nélson Costa.

1 2 3 8
Ir Para Cima