Tag archive

Transportes Públicos

Rede Expressos retoma várias ligações diárias antes dos feriados da próxima semana

Junho 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Introduz nova oferta de serviços a partir de 5 de junho

A Rede Expressos, serviço rodoviário de transporte público de passageiros e mercadorias, vai retomar, a partir de hoje, um conjunto de rotas diárias envolvendo vários destinos de norte a sul de Portugal, trajetos que estiveram suspensos devido ao estado de emergência decretado no País em consequência do COVID-19.



Com a reabertura destes serviços, a Rede Expressos passa a operar já de forma muito próxima em relação à operação que cobria todo o território nacional antes de terem sido introduzidas medidas específicas que afetaram a mobilidade em Portugal.

No total são repostas mais de 60 ligações diárias, depois de no passado dia 1 de junho a Rede Expressos ter reintroduzido cerca de 20 ligações diárias.

A Rede Expressos irá repondo os serviços gradualmente consoante a evolução das condições de procura que se forem registando indo ao encontro das necessidades dos seus clientes.

Nesta retoma de atividade a Rede Expressos teve em consideração as instruções de segurança sanitária emanadas pela Direção Geral de Saúde, pelo que os autocarros circularão com a lotação limitada a dois terços sendo obrigatório o uso de máscara pelos passageiros e motoristas.

Também foram tidas atenções especiais relativamente à limpeza e higienização dos autocarros que serão intervencionados antes e no final dos trajetos.

A retoma regular dos serviços da Rede Expressos acontece antes de um período que se espera de grande circulação de pessoas devido aos feriados a meio da próxima semana.

Com uma rede de concessões de 42 mil quilómetros, a Rede Expressos assegura a ligação entre centenas de destinos em Portugal, cobrindo o País de norte a sul, do litoral ao interior, várias vezes ao dia, “garantindo um elevado padrão de qualidade e segurança, transportando anualmente quase oito milhões de passageiros, tendo em funcionamento 264 serviços”, refere a companhia.

Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Covilhã, Faro, Monte Gordo, Loulé, Vila Real, São João da Pesqueira, Lagos, Leiria, Peniche, Chaves, Viseu, Gouveia, Castelo Branco, Vila Real de Santo António, Évora, Beja, Campo Maior, Elvas, Leiria, Guimarães, Abrantes, Alcobaça, Aveiro, Mondim de Basto, Tabuaço, Moimenta da Beira e Guarda são as localidades envolvidas nesta retoma de ligações.

A Rede Expressos foi criada em 1995 com o objetivo de assegurar ligações rápidas e seguras entre várias cidades e vilas portuguesas, tendo posteriormente alargado a sua atividade a Espanha, passando a deter uma cobertura Ibérica. A Rede Expressos, que opera as marcas Rede Expressos, RENEX, Mundial Turismo e Citi Express, opera 300 destinos nacionais, 86 cidades, possui 352 viaturas e em 2019 transportou 7,7 milhões de passageiros.

Foto: RE/DR.

Comunidade Intermunicipal do Cávado lança Rede de Transporte Público de Passageiros Essencial

Maio 5, 2020 em Atualidade, Concelho, Economia, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

Barcelos entre os concelhos servidos pela Rede, por ora, de circulação livre

A Comunidade Intermunicipal do Cávado, em articulação com a Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado (AITC) e com os Municípios de Amares, Esposende, Barcelos, Braga, Terras de Bouro e Vila Verde, lançam uma Rede de Transporte Público de Passageiros Essencial, para serviço das populações a curto prazo.



A Rede é composta por um total de 10 carreiras, com 36 circulações diárias, contabilizando um total de 1242 km diários. Os horários foram adaptados de modo a permitirem as habituais deslocações profissionais e acessos aos centros urbanos e basearam-se nos dados históricos de procura, permitindo com um número reduzido de carreiras, servir a maior população possível.

Recorde-se que, após o cancelamento das atividades letivas, e com a declaração dos estados de emergência por 45 dias, o transporte público de passageiros sofreu reduções drásticas, tendo sido, inclusivamente, totalmente suspenso na maioria dos Municípios do Cávado. Neste sentido, foi identificada como prioritária a reativação de serviços de transporte público de passageiros considerados essenciais, e que asseguram num período transitório, níveis mínimos de mobilidade às populações.

Durante este período transitório, as condições de utilização desta Rede são especiais, nomeadamente, não haverá lugar à cobrança de bilhetes, nem carregamento de passes, pelo que a circulação será livre. A lotação dos veículos é de dois terços da sua lotação máxima e não será permitida a circulação de passageiros sem máscara protetora. A entrada e saída dos passageiros será feita unicamente pela porta traseira.

De realçar que esta Rede tem um carácter temporário e será reavaliada, periodicamente, pela CIM Cávado, de modo a poder adaptar-se a uma realidade profundamente dinâmica e imprevisível como a que se vive atualmente.

Foto: DR.

Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos atribui mais de 420 mil euros a Barcelos

Março 26, 2019 em Atualidade, Concelho, Educação, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Município de Barcelos foi contemplado com 423.484,00€ no âmbito da dotação do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART) distribuído pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado.



Trata-se de um programa de financiamento das autoridades de transporte para o desenvolvimento de ações que promovam a redução tarifária nos sistemas de transporte público coletivo, bem como o aumento da oferta de serviço e a expansão da rede, com um forte impacto na mobilidade da população.

De acordo com os termos do Despacho n.º 1234-A/2019 de 4 de fevereiro de 2019, será transferida pelo Fundo Ambiental para a CIM Cávado uma verba de 1.628.347,00 €, numa base trimestral, com a primeira transferência em abril de 2019.

Por sua vez, a CIM procederá à repartição das dotações pelas autoridades de transporte existentes, de acordo com critérios previamente definidos.

Das verbas alocadas a cada autoridade de transporte, uma parcela não inferior a 60% destina-se a financiar ações de apoio à redução tarifária nos transportes públicos coletivos, devendo o valor remanescente ser aplicado no aumento da oferta de serviço e na extensão da rede.

A redução tarifária vai financiar:

1. A gratuitidade do transporte escolar aos alunos do secundário, para o passe 4_18 e para o passe sub23. Isto é, todos os alunos do ensino secundário passam a ter o transporte totalmente gratuito. O passe 4_18, que se destina aos estudantes entre os 4 e os 18 anos que não beneficiem de transporte escolar no âmbito do Decreto-Lei n.º 299/84, de 5 de setembro, passa a ser totalmente gratuito.

O passe sub23, que se destina aos estudantes do ensino superior até aos 23 anos, inclusive, e aos estudantes de ensino superior inscritos nos cursos de Medicina e Arquitetura, até aos 24 anos de idade, passa a ser totalmente gratuito conseguindo-se desta forma incluir os estudantes do IPCA.

Com esta medida, todo o transporte escolar passa a ser gratuito deixando os alunos de suportar as verbas remanescentes do transporte escolar.

2. Criação do Passe Social para Reformados com redução tarifária em 50%.

É proposta a criação de uma bolsa de passes mensais para uso do transporte público pelos reformados, através da redução tarifária em 50% do seu valor. O número de passes a atribuir estará limitado pelo orçamento destinado a esta medida, no valor global de 8.000,00 €.

3. Financiamento de passes mensais com viagens ilimitadas a atribuir gratuitamente a grupos alvos específicos a definir pelo Município

É proposta a criação de uma bolsa de passes mensais, para uso do transporte público por famílias durante os meses de verão e na Semana da Mobilidade. O número de passes a atribuir estará limitado à dotação orçamental atribuída, no valor global de 4.000,00 €.

Assim, o Município pode oferecer a um número limitado de cidadãos um passe mensal gratuito com viagens ilimitadas ao longo de 20km. Cada passe desta modalidade tem um custo unitário de 72,5 € financiado na totalidade pelo PART.

4. Duplicar a atual oferta de transporte público do Barcelos Bus e manter o atual serviço aos sábados à tarde, domingos e feriados

A atual ligação da estação dos caminhos de ferro ao IPCA, com frequência de 40 minutos, e a ligação do Estádio Cidade de Barcelos a Barcelinhos, com frequência de 60 minutos, têm denotado algumas dificuldades. Por isso, propõe-se a duplicação das linhas, numa frequência de 20 minutos e 30 minutos, respetivamente.

Atualmente, as linhas não operam ao sábado à tarde, domingos e feriados. É proposto que estes serviços operem nesses períodos, no sentido de manter um contínuo de serviço. Acresce que estas linhas terão receitas crescentes da venda de títulos de transporte, garantindo a sua sustentabilidade futura.

Fonte e foto: CMB.

Ir Para Cima