Tag archive

triciclo

“triciclo” regressa com quatro meses de música em Barcelos

Agosto 10, 2021 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O triciclo já tem cartaz para os meses de setembro a dezembro. B Fachada, Mão Morta Redux e os barcelenses Solar Corona Elektrische Machine são alguns os artistas que enriquecem a programação deste ciclo itinerante de concertos, promovido pelo Município de Barcelos, que volta a contar com a componente de “serviço educativo”, bem como showcases e workshops surpresa.

O ciclo musical começa no dia 25 de setembro, no Theatro Gil Vicente, com a apresentação da residência artística “Transfigurado”, que vai colocar músicos locais em diálogo com instrumentos de outros pontos do país em torno do figurado de Barcelos. Este espetáculo resulta de uma parceria entre o serviço educativo do triciclo e o festival Jazz ao Largo.


No dia 30 de setembro, é a vez do Museu de Olaria receber o concerto a solo de “Acd Acid”.

O triciclo continua no mês de outubro, no dia 8, no Theatro Gil Vicente, com a apresentação ao vivo do álbum “Adufes & Pandeiros”, com Jorge Queijo e Francisco Antão, num concerto que junta percussões tradicionais e eletrónica.

No dia 22 de outubro, os Mão Morta, na sua versão Redux, apresentam a banda sonora original que criaram para uma obra-prima do cinema do mundo italiano e tocam-na ao vivo acompanhando a exibição. Adolfo Luxúria Canibal, Miguel Pedro e António Rafela vão dar música a “Rapsódia Satânica”(Nino Oxilia, 1915),no Theatro Gil Vicente.

O ciclo de concertos itinerante muda-se a 5 de novembro para a Igreja do Terço, um dos melhores exemplos de edifícios do barroco português. O edifício do séxulo XVII, situado no centro histórico de Barcelos, recebe a música eletrónica de Luís Fernandes (peixe:avião).

B Fachada está de volta ao triciclo e a Barcelos, mas desta vez para apresentar um novo trabalho. No dia 20 de novembro apresentam, no Theatro Gil Vicente, “Rapazes e Raposas” (2020), mais um capítulo no seu trajeto que abriu caminho à nova música popular portuguesa.

Para fechar a programação, em dezembro, no Theatro Gil Vicente, o triciclo convidou “Primeira Dama” e o grupo barcelense Solar Corona, aqui no formato Solar Corona Elektrische Machine para um concerto no dia 7 de dezembro.

Desprendem-se da bateria, guitarra e amplificadores, enquanto ferramentas chave da música rock que caracterizam a banda, para abraçar a improvisação alçada em instrumentos eletrónicos, digitais e analógicos.

No dia 16 de dezembro, apresentam o espetáculo-instalação “Lava”, em conjunto com Sérgio Couto (designer) e os artistas visuais Bárbara Paixão, Daniel Assunção, Nelson Duarte e Serafim Mendes.

Todos os concertos seguem as normas vigentes das autoridades de saúde para garantir a segurança de todos os participantes.

Fonte: MB

Foto:solarcorona

Conferência Inferno apresentam “ata saturna” em Barcelos

Maio 8, 2021 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O trio apresenta o novo disco “Ata Saturna”, a 13 de maio, no Museu de Olaria. É o primeiro LP de Conferência Inferno que traz até Barcelos o pós-punk cantado em português. O concerto insere-se no ciclo de concertos triciclo, promovido pelo Município de Barcelos.

Depois de “Bazar Esotérico” (2019), a banda radicada no Porto lançou “Ata Saturna”, disco com o selo da editora Lovers & Lollypops. Sem guitarra ou bateria, os Conferência Inferno alimentam-se da atitude punk, mas refugiam-se nas possibilidades infinitas da música eletrónica. A banda composta por Francisco Lima (voz), Raul Mendiratta (sintetizadores) e José Silva (teclas) resgata o pós-punk (de The Fall, Joy Division ou Sleaford Mods) para a língua portuguesa, que faz ressuscitar os Heróis do Mar ou os GNR dos anos 80.

O concerto tem início às 20:30, no Museu de Olaria, em Barcelos.

Fonte: Triciclo

triciclo regressa com quatro meses de nova música

Março 30, 2021 em Atualidade, Concelho Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos triciclo está de volta com quatro meses de música entre abril e julho, com o reagendamento de todos os concertos adiados devido ao confinamento decretado em janeiro deste ano.

Noiserv, The Twist Connection e Paraguaii são alguns dos projetos que vão apresentar os seus novos trabalhos neste ciclo de concertos itinerante promovido pelo Município de Barcelos.

A programação arranca a 23 de abril, com o rock’n’roll dos The Twist Connection no Theatro Gil Vicente. A banda de Coimbra vai apresentar o novo disco “Is That Real?” (2020), o terceiro registo de longa-duração do grupo liderado por Kaló (Tédio Boys e Bunnyranch).

Em Maio, o Museu de Olaria abre as portas à música eletrónica. Ghost Hunt (7 de Maio) e Conferência Inferno (13 de Maio) apresentam os seus novos discos. A 29 de Maio, Homem em Catarse vai apresentar o resultado da sua residência artística no Theatro Gil Vicente. O barcelense Afonso Dorido vai preparar, em residência artística, a apresentação ao vivo do novo disco “Sete Fontes” e apresentá-lo em primeira mão na sala de espetáculos barcelense. “Sete Fontes”, um disco exclusivamente tocado ao piano, foi composto no âmbito da iniciativa “trabalho da casa”, do gnration, no início do ano de 2021.

Os Paraguaii preparam-se para lançar “Propeller”, o quinto disco da banda de Guimarães, que promete confrontar o público com uma toada dançante do primeiro ao último minuto. A apresentação do disco está marcada para o Theatro Gil Vicente, a 4 de junho.

Ainda em junho, Noiserv apresenta o novo “Uma Palavra Começada Por N” (2020), um disco mais confessional e que se aproxima dos ouvintes através de canções em português. O “homem-orquestra” toca no Theatro Gil Vicente a 26 de junho.

Os concertos passam a realizar-se ao ar livre em julho. A dupla Paisiel (4 de julho) e o projecto galego Trilitrate (18 de julho) prometem espetáculos desconcertantes no Largo Dr. Martins Lima.

Todos os bilhetes estão disponíveis na bilheteira do Theatro Gil Vicente, BOL e locais habituais.

Fonte: triciclo

Stereoboy em Barcelos para ‘fechar’ o ano

Dezembro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura Por barcelosnahorabarcelosnahora

O projeto Stereoboy apresenta o disco “Kung Fu” a 18 de dezembro no auditório da Biblioteca Municipal de Barcelos. É o espetáculo de encerramento da programação de 2020 do ciclo de concertos triciclo, que regressa em janeiro de 2021. Os bilhetes estão disponíveis na bilheteira do Theatro Gil Vicente e nos locais habituais

Stereoboy é o alter-ego musical de Luís Salgado, acompanhado ao vivo pelo barcelense João Pimenta (bateria) e José Marrucho (percussões).

No novo disco “Kung Fu”, editado em Abril deste ano, a eletrónica junta-se à bateria e percussão industrial criando drones tanto imersivos e contemplativos como agressivos e ruidosos. Depois de dois EP’s e um álbum lançado em 2013 pela editora PAD, o disco “Kung Fu” tem uma das primeiras aparições ao vivo. Foi lançado numa parceria de edição com o Cão da Garagem e a inglesa Dirty Filthy Records.  É o último concerto do ano no ciclo de concertos triciclo que, em março, suspendeu a atividade devido à pandemia de covid-19. No mês de abril, regressou com a iniciativa online “Em Cada Casa Um Amigo” e, em outubro, voltou à programação nas salas de espetáculos para mais seis espetáculos em três meses. O triciclo regressa novamente em janeiro de 2021, sendo que a programação para o primeiro trimestre do ano é divulgada em breve.

Fonte e Imagem: Triciclo

“triciclo” apresenta “A Garota Não” em Barcelos

Novembro 29, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Garota Não sobe ao palco do Theatro Gil Vicente, na próxima quinta-feira, às 20h30. A cantautora natural de Setúbal apresenta, em Barcelos, o seu disco de estreia “Rua das Marimbas”. O concerto está inserido no ciclo de concerto “triciclo”, promovido pelo Município de Barcelos. 



A Garota Não é um projeto de Cátia Mazari Oliveira. Sem artifícios, canta uma reflexão deliciosamente interventiva sobre os nossos tempos, fazendo uma abordagem atual, genuína e doce. Chega de pé descalço, toca guitarra e toca piano. Com influências que vão desde o rap português ao folk americano, passando pela música popular brasileira e pelo pop britânico. A Garota Não canta o que dói por dentro, o que ri por fora, o que os dias trazem. São eles, os dias e a vida que neles se derrama, o que a inspira: delicadeza, relações, sonhos, o respeito por quem está e a falta dele, o amor.

A lotação está limitada a 99 espectadores e os bilhetes estão à venda no Theatro Gil Vicente e nos locais habituais. A programação de 2020 do “triciclo” termina a 18 de dezembro, com o concerto de Stereoboy, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

Cartaz (Imagem: triciclo)

Imagens: TRICICLO.

Tresor&Bosxh apresentam filme-concerto em Barcelos

Novembro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A banda Tresor&Bosxh apresenta um filme-concerto para toda a família na próxima quinta-feira, dia 19 de novembro, no Theatro Gil Vicente, às 20h30. Os barcelenses vão dar música às curtas-metragens de animação “Solar Walk” (Marlies van der Wel) e “Jonas and the Sea” (Réka Bucsi), num espetáculo inserido no serviço educativo do “triciclo”, promovido pelo Município de Barcelos. Esta performance foi desenvolvida no âmbito do Circuito – Braga Media Arts.



A dupla Tresor&Bosxh vai construir uma trilha sonora ao vivo para o filme “Jonas and the Sea”, de Marlies van der Wel, que é uma curta-metragem de animação sobre um homem que deixa tudo em busca de um sonho. Um sonho que todos partilhamos: a procura por um lugar a que possamos chamar de casa, mesmo que esta seja debaixo de água. A outra curta-metragem, “Solar Walk”, de Réka Bucsi, aborda a melancolia de aceitar o caos como belo e cósmico. Mostra a viagem de duas pessoas e das suas criações através do tempo e do espaço. Qualquer significado de ação só existe a partir da perspetiva do indivíduo e não da perspetiva de um sistema solar.

Para além do espetáculo de dia 19, no Theatro Gil Vicente, a banda barcelense vai atuar ainda para alunos da Escola Secundária Alcaides de Faria em duas sessões exclusivas para esta comunidade escolar. O “triciclo” apresenta, assim, uma experiência inovadora e enriquecedora a todos os jovens envolvidos na atividade.

Cartaz do concerto (Imagem: triciclo)

Os bilhetes para a sessão aberta ao público estão disponíveis no Theatro Gil Vicente, na BOL e nos locais habituais. A lotação é limitada a 99 espectadores e o uso de máscara é obrigatório durante todo o espetáculo.

Imagens: triciclo.

Programação cultural de novembro do Theatro Gil Vicente

Outubro 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

A programação do Theatro Gil Vicente mantém, em novembro, a diversidade e a heterogeneidade artísticas, com música, cinema e teatro.



O cinema inicia a programação do Gil Vicente, com a Associação ZOOM – Cineclube de Barcelos a apresentar cinco noites de cinema: “Ciclo: Estados de Juventude” (1.ª parte), no dia 3; “Ciclo: Estados de Juventude” (2.ª parte), no dia 4; “Ciclo: Estados de Juventude” (3.ª parte), no dia 5. Estas curta-metragens inserem-se no Dia Mundial do Cinema que se comemora a 5 de novembro.

A sétima arte continua no dia 10 com “Ordem Moral”, de Mário Barroso,  e “O ano da morte de Ricardo Reis”, de João Botelho, no dia 17. As sessões têm início às 21h30 e têm entrada paga.

No dia 7, com duas sessões, às 16h00 e 19h00, a Fundação GDA, que tem por missão a valorização e dignificação do trabalho e das carreiras dos artistas (atores, bailarinos e músicos bem como o seu desenvolvimento humano, cultural e social) promove uma ação de divulgação e sensibilização sobre “Direitos de Autor e Direitos Conexos”. A entrada é gratuita e a ação permite a emissão de certificado de participação.

A música preenche três dias de programação, a começar com o concerto do músico barcelense João Dias, finalista do “Got Talent”, no dia 14, com entrada gratuita; no dia 19, é a vez do “Filme- Concerto de Tresor&Bosxh“, espetáculo inserido no ciclo de concertos ‘triciclo’, e no dia 26 “Tomorrow is the question”, de Demian Cabaud Quarteto, do Ciclo de ‘Jazz ao Largo’. Os espetáculos acontecem às 22h00 e têm um valor de 3€.

No âmbito do serviço educativo, programa dedicado à comunidade escolar, o Theatro recebe, no dia 11, duas sessões, às 10h30 e 14h30, de teatro infantil, com a peça “Em Pessoa”, pela CTB – Companhia de Teatro de Braga.

A rubrica “Em família no TGV” reserva a tarde de domingo, dia 15, às 16h00, com o musical “A Casinha de Chocolate”, pela GrowUp Eventos.

No dia 21, às 22h00, a Escola de Dança de Barcelos, na continuidade das comemorações dos seus 25 anos, convida os Doutor Assério para um espetáculo onde o Ballet e o Rock se apresentam num só, com o espetáculo “Ballet N’Rock”. A entrada tem um valor de 3€.

Nos dias 27, 28 e 30 de novembro dá-se início ao Ciclo de “Jovens Fadistas de Barcelos” com os fadistas barcelenses Sónia Lopes, Mário Bruno e Joana Lopes, respetivamente. Esta iniciativa conta a organização da Casa da Juventude, a partir das 21h30, no Theatro Gil Vicente.

Ainda no âmbito da programação cultural do mês de novembro, o auditório da Biblioteca Municipal recebe, no dia 6, às 22h00, o espetáculo dos “Evols”, concerto inserido no ‘triciclo’. A entrada tem um valor de 3€.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Programação (Imagem: CMB)

Fonte e imagem: CMB.

Evols apresentam novo álbum em Barcelos a 06 de novembro

Outubro 30, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A banda de rock Evols apresenta o novo disco “III” a 6 de novembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos. O concerto está inserido na programação do ciclo de concertos ‘triciclo’, uma iniciativa com o apoio do Município de Barcelos.



Em março de 2020, a banda editou o seu terceiro LP e Barcelos apadrinha uma das primeiras aparições da banda ao vivo após o lançamento. Influenciados por toda a música psicadélica que se reinventa há quase 60 anos, os Evols são uma banda em que as guitarras são “deus” e o seu culto é uma religião. Com uma secção rítmica com poderes ilimitados, os Evols entram frequentemente em convulsão levando ao limite as potencialidades sónicas do seu arsenal para criar canções elegantes.

Na sua discografia, os Evols já levam dois LP’s, “I” lançado em 2010 e o “II” editado em 2015. Depois destes lançamentos, a banda do Porto já pisou alguns palcos importantes como a Casa da Música, Serralves em Festa, Milhões de Festa e o NOS Primavera Sound.

Os bilhetes para o concerto podem ser adquiridos na bilheteira do Theatro Gil Vicente, na BOL e nos locais habituais. A lotação é limitada de forma a garantir a segurança de todos os espetadores, conforme as normas da DGS. O uso de máscara é obrigatório durante todo o concerto e devem ser seguidas as instruções dos assistentes de sala à entrada e saída do recinto.

Cartaz do concerto (Imagem: DR)

Imagens: DR.

Tocador de concertina PHOLE estreia-se em Barcelos

Outubro 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

PHOLE apresenta-se pela primeira vez em Barcelos no próximo sábado, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no âmbito do ciclo de concertos “triciclo”. O tocador de concertina, natural de Viana do Castelo, vai exibir uma forma singular de abordar o instrumento mais popular das grandes romarias minhotas.



PHOLE é uma pesquisa sobre o acordeão, neste caso em particular, o acordeão diatónico, chamado de concertina. Na sua pesquisa existe uma ligação permanente, que advém também da sua pesquisa visual e que tem que ver com o encontro com a memória, com o seu passado e as histórias ao Alto Minho. Uma ligação permanente e construtiva sobre quem habita o seu quotidiano ou já habitou.

PHOLE em palco (Foto: DR)

Os bilhetes para o concerto têm o custo de três euros, estão disponíveis em www.bol.pt e na bilheteira do Theatro Gil Vicente. O concerto tem lotação limitada e segue todas as orientações das autoridades de saúde.

Cartaz do concerto (Imagem: DR)

Imagens: DR.

“triciclo” regressa com Samba Sem Fronteiras

Outubro 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos “triciclo” está de regresso a Barcelos. Samba Sem Fronteiras atua no Largo Dr. Martins Lima, na segunda-feira, às 17h00. A entrada é livre, mas limitada à lotação do espaço.



O grupo de samba luso-brasileiro Samba Sem Fronteiras, fundado há oito anos e radicado no Porto, lançou, em setembro de 2018, o seu primeiro disco de originais. A roda de Samba Sem Fronteiras nasceu da iniciativa de alguns brasileiros, residentes em Portugal, que sentiam falta de encontrar o samba de raiz, feito por quem gosta e para quem aprecia. O samba que se pode encontrar numa esquina qualquer, mas que não está em qualquer esquina, que valoriza a tradição e os grandes poetas da música popular brasileira.

O samba sem fronteiras acontece para manter viva esta antiga chama, de uma música que nasceu para celebrar a vida e, mesmo diante das dificuldades, saber reinventar a alegria. Assim, cada samba, cada roda, são sempre novos, vão contribuindo para tornar mais alegres e especiais as histórias das pessoas que se cruzam com eles.

Para assistir ao concerto, basta reservar o lugar no Theatro Gil Vicente, por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Toda a programação do triciclo pode ser consultada em www.triciclobcl.pt .

Cartaz (Imagem: DR)

Imagens: DR.

Ir Para Cima