Tag archive

triciclo

Tocador de concertina PHOLE estreia-se em Barcelos

Outubro 15, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

PHOLE apresenta-se pela primeira vez em Barcelos no próximo sábado, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no âmbito do ciclo de concertos “triciclo”. O tocador de concertina, natural de Viana do Castelo, vai exibir uma forma singular de abordar o instrumento mais popular das grandes romarias minhotas.



PHOLE é uma pesquisa sobre o acordeão, neste caso em particular, o acordeão diatónico, chamado de concertina. Na sua pesquisa existe uma ligação permanente, que advém também da sua pesquisa visual e que tem que ver com o encontro com a memória, com o seu passado e as histórias ao Alto Minho. Uma ligação permanente e construtiva sobre quem habita o seu quotidiano ou já habitou.

PHOLE em palco (Foto: DR)

Os bilhetes para o concerto têm o custo de três euros, estão disponíveis em www.bol.pt e na bilheteira do Theatro Gil Vicente. O concerto tem lotação limitada e segue todas as orientações das autoridades de saúde.

Cartaz do concerto (Imagem: DR)

Imagens: DR.

“triciclo” regressa com Samba Sem Fronteiras

Outubro 2, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos “triciclo” está de regresso a Barcelos. Samba Sem Fronteiras atua no Largo Dr. Martins Lima, na segunda-feira, às 17h00. A entrada é livre, mas limitada à lotação do espaço.



O grupo de samba luso-brasileiro Samba Sem Fronteiras, fundado há oito anos e radicado no Porto, lançou, em setembro de 2018, o seu primeiro disco de originais. A roda de Samba Sem Fronteiras nasceu da iniciativa de alguns brasileiros, residentes em Portugal, que sentiam falta de encontrar o samba de raiz, feito por quem gosta e para quem aprecia. O samba que se pode encontrar numa esquina qualquer, mas que não está em qualquer esquina, que valoriza a tradição e os grandes poetas da música popular brasileira.

O samba sem fronteiras acontece para manter viva esta antiga chama, de uma música que nasceu para celebrar a vida e, mesmo diante das dificuldades, saber reinventar a alegria. Assim, cada samba, cada roda, são sempre novos, vão contribuindo para tornar mais alegres e especiais as histórias das pessoas que se cruzam com eles.

Para assistir ao concerto, basta reservar o lugar no Theatro Gil Vicente, por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

Toda a programação do triciclo pode ser consultada em www.triciclobcl.pt .

Cartaz (Imagem: DR)

Imagens: DR.

“triciclo” apresenta a sua programação até dezembro

Agosto 9, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos “triciclo” está de volta após a paragem forçada devido à pandemia de COVID-19 e os concertos retomam em outubro. Samba Sem Fronteiras, Evols e Stereoboy são alguns dos destaques da programação já revelada.



A abertura está a cargo de Samba Sem Fronteiras, grupo luso-brasileiro radicado no Porto, que é um dos mais genuínos exemplos do samba de raiz. O concerto é ao ar livre, no Largo Dr. Martins Lima, a 5 de outubro.

Depois da viagem até ao Brasil, o “triciclo” pedala pelo Alto Minho à boleia da concertina de Phole, a 17 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O tocador, natural de Viana do Castelo, apresenta uma forma singular de reinventar o instrumento típico das romarias minhotas.

A 6 de novembro, Evols apresentam o novo álbum “III”, lançado em março deste ano e que reafirmou a banda portuense como uma das referências na música alternativa portuguesa. Com alterações na formação, os Evols fazem uma das primeiras apresentações ao vivo do novo disco, num concerto marcado para a Biblioteca Municipal de Barcelos.

Ainda em novembro, os músicos barcelenses Ricardino Lomba e Tiago Rosendo, Tresor&Bosxh, apresentam um filme-concerto para toda a família. Os artistas vão dar música às curtas de animação “Solar Walk” e “Jonas and the Sea”, numa iniciativa inserida na programação de Serviço Educativo do “triciclo”. Esta performance foi desenvolvida no âmbito do Circuito – Braga Media Arts. Para além das sessões dedicadas às escolas do concelho, o grupo vai apresentar ao público geral o trabalho a 19 de novembro, no Theatro Gil Vicente.

Dezembro abre com uma das vozes emergentes da música portuguesa. A Garota Não nasceu na pele da setubalense Cátia Mazari Oliveira e é um cruzamento de influências vindas da música popular brasileira, africana, Zeca Afonso, Fausto ou Sérgio Godinho. A Garota Não apresenta-se no Theatro Gil Vicente, a 5 de dezembro.

O ciclo de concertos termina com a eletrónica hipnotizante de Stereoboy, a 19 de dezembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos.   

Todos os concertos seguem as normas vigentes das autoridades de saúde para garantir a segurança de todos os participantes. Bilhetes à venda em breve.

O “triciclo” é um ciclo de concertos itinerante que percorre vários espaços do centro histórico de Barcelos com a melhor música nacional e internacional desde outubro de 2018. A programação assume-se plural e de caráter educativo. O “triciclo” é ‘made in’ Barcelos, produzido em parceria com o Município.

Fotos: DR.

“triciclo” regressa com mais três meses de música em Barcelos

Agosto 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos “triciclo” está de volta para mais três meses de programação transversal, a decorrer entre outubro e dezembro, depois de uma paragem forçada devido à pandemia da COVID-19. Da programação constam nomes como Samba Sem Fronteiras, Evols e Stereoboy.



O ciclo musical começa no dia 5 de outubro, no Largo Dr. Martins Lima, com Samba Sem Fronteiras, grupo luso-brasileiro radicado no Porto, que é um dos mais genuínos exemplos do samba de raiz.

Depois de uma viagem até ao Brasil, o “triciclo” prossegue no dia 17 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com Phole. O tocador, natural de Viana do Castelo, apresenta uma forma singular de reinventar o instrumento típico das romarias minhotas.

O “triciclo” continua no dia 6 de novembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos com Evols e a apresentação do novo álbum, “III”. O álbum foi lançado este ano e reafirmou a banda portuense como uma das referências na música alternativa portuguesa. Ainda em novembro, os barcelenses Ricardo Lomba e Tiago Rosendo – Tresor&Bosxh -, apresentam um filme-concerto para toda a família. Os artistas vão dar música às curtas de animação “Solar Walk” e “Jonas and the Sea”, inserido na componente do serviço educativo do “triciclo”.

Esta performance foi desenvolvida no âmbito do Circuito – Braga Media Arts e, para além das sessões dedicadas às escolas do concelho, o grupo vai apresentar ao público geral o trabalho, no dia 19 de novembro, no Theatro Gil Vicente.

No último mês de programação, o “triciclo” abre com uma das vozes emergentes da música portuguesa, A Garota Não, no dia 5 de dezembro, no Theatro Gil Vicente.

A artista nasceu na pele setubalense de Cátia Marazi Oliveira e é um cruzamento de influências vindas da música popular brasileira, africana, Zeca Afonso, Fausto ou Sérgio Godinho.

O encerramento fica a cargo da eletrónica hipnotizante de Stereoboy, no dia 19 de dezembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

Todos os concertos do “triciclo” seguem as normas vigentes das autoridades de saúde para garantir a segurança de todos os participantes.

O “triciclo” é um ciclo de concertos itinerante que percorre vários espaços do centro histórico de Barcelos com a melhor música nacional e internacional desde outubro de 2018 com uma programação plural e de caráter educativo.

Os bilhetes para estes espetáculos estarão à venda em data a anunciar. Mais informações em www.cm-barcelos.pt ou www.triciclobcl.pt.

Fonte e imagem: CMB.

“triciclo” regressa com concertos grátis ao ar livre

Julho 20, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O ciclo de concertos “triciclo” está de volta após um longo período de paragem devido à pandemia de COVID-19. Gãrgoola, Baleia Baleia Baleia, White Haus e Homem em Catarse atuam na Frente Ribeirinha de Barcelos, na iniciativa “Prá Frente Barcelos”, promovida pelo Município de Barcelos. Os concertos decorrem entre 23 e 26 de julho e a entrada é livre.



O regresso faz-se com espetáculos ao ar livre, com toda a segurança, num espaço capaz de albergar 400 pessoas. O “triciclo” assume a curadoria de quatro concertos, que mantêm o habitual o carimbo de qualidade e o olhar atento pela nova música portuguesa.

A 23 de julho, quinta-feira, a abertura está a cargo da misteriosa dupla Gãrgoola, composta por João Miguel Fernandes e pelo barcelense Filipe Miranda.

Na sexta-feira, os Baleia Baleia Baleia apresentam o seu bem-humorado punk rock, enquanto que, no sábado, os White Haus vão animar a quente noite de verão com a sua sonoridade dançante e fresca. A banda liderada por João Vieira (X-Wife) conta com a participação dos barcelenses André Simão (Dear Telephone e Sensible Soccers) e Graciela Coelho (Dear Telephone).

Todos os concertos estão marcados para as 22h00. A programação a cargo do “triciclo” fecha com mais prata da casa. Homem em Catarse vai apresentar o novo disco “Sem Palavras Cem Palavras”, num concerto às 18h30 de Domingo, 26 de julho.

Estes concertos com o selo do “triciclo” estão inseridos na iniciativa “Prá Frente Barcelos”, promovida pelo Município de Barcelos, que vai trazer cultura à cidade ao longo de três meses. Todos os espetáculos são de entrada livre, mas com levantamento obrigatório de bilhete no Theatro Gil Vicente, de terça-feira a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, ou no próprio dia do espetáculo (no período de uma hora que antecede o evento) no local do evento.

Fonte e imagens: TRICICLO.

“Prá Frente Barcelos” entre 18 de julho a 5 de setembro

Julho 14, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Atividades culturais na frente ribeirinha

“Prá Frente Barcelos” é o título da sugestão do Município para as atividades culturais a realizar na frente ribeirinha de Barcelos entre 18 de Julho e 5 de setembro.



Com as limitações impostas pela pandemia do COVID-19, que motivaram a anulação dos eventos culturais e artísticos, a Câmara Municipal de Barcelos decidiu relançar as atividades culturais com conteúdos capazes de atraírem a população.

Será assim ao longos dos próximos três meses, com uma programação que integra teatro, música, dança e cinema, em espaços montados na frente ribeirinha de Barcelos, ao ar livre, numa área limitada, com assistência condicionada às determinações da Direção-Geral da Saúde.

A programação inicia já no dia 18 de julho, às 11h00, com o espetáculo infantil “Os 3 Porquinhos”, pela Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos”. Às 22h00 é a vez do músico Frederico Dinis apresentar “An unexplained emptiness”.

Domingo, dia 19 de julho, às 18h30, a Ronda Típica do Bairro da Misericórdia proporciona um fim de tarde com muita música e diversão.

O cineclube ZOOM continua a apostar no cinema. No dia 21, o filme “Rio Bravo”, de Howard Hawks (1959), e, no dia 28, “Assalto à 13ª Esquadra”, de John Carpenter (1976).

Nos dias 23, 24, 25 e 26, o ciclo de concertos “triciclo” está de volta. O primeiro concerto fica a cargo de “Gãrgoola”, um projeto artístico do duo João Miguel Fernandes e Filipe Miranda. No dia 24, atua “Baleia,Baleia,Baleia”, uma dupla formada por Manuel Molarinho (baixo e voz) e Ricardo Cabral (bateria). Dia 25, realiza-se um concerto com “White Haus”, projeto musical de João Vieira (X-Wife, DJ Kitten). Todos os espetáculos acontecem às 22h00. No dia 26, “Homem em Catarse”, o alter-ego musical do músico barcelense Afonso Dorido, às 18h30.

No dia 31, às 21h30, dia em que se comemoram os 118 anos do Theatro Gil Vicente, no Largo Dr. Martins Lima (em frente ao Teatro), realiza-se um espetáculo de dança pela Escola de Dança de Barcelos e Trovas e Cantigas, com “Poetas e Tradições”.

A programação continua no mês de agosto com muita música e cinema.

A iniciar o mês, no dia 1, às 22h00, Filipe Miranda e Joana Jardim apresentam “Do aqui para sempre”. No dia 2, às 12h00, a Escola da Banda Musical de Oliveira leva a palco “Estágio de Sopros e Percussão”.

Às 18h30, é a vez do Circulo Católico Operários de Barcelos apresentar “Dimensão Minhota”.

O cineclube ZOOM leva à frente ribeirinha, duas sessões de cinema. No dia 4, o filme “Bacarau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles (1959), e, no dia 11, “Martin Eden”, de Pietro Marcello (2019).

O teatro infantil fica a cargo da Capoeira – Companhia de Teatro de Barcelos com a peça “Pinóquio”, no dia 8, às 11h00. Às 22h00, “O Fado de Lisboa” é apresentado pela artista barcelense Carla Cortez.

A música continua no dia 14 com o Ciclo “Jazz ao Largo”, com o guitarrista português “Tó Trips”. No dia 15, a Banda Musical de Oliveira apresenta “Big Band”, às 21h30.

No dia 21, às 22h00, tem lugar um espetáculo da Linha TGV e, no dia 22, às 22h00, o músico João Miranda.

O Festival “River Blues” está de volta, mas desta vez no palco da frente ribeirinha. Arranca no dia 28 de agosto, às 22h00, com o espetáculo de “Smokestakers” e “L – Blues “. No sábado é a vez de “Delta Blues Riders”.

A programação de verão “Prá Frente Barcelos” termina no dia 5 de setembro com a peça de teatro “Enxôta Diabos”, pela A Mó-Grupo Teatro Vale do Neiva, às 21h30.

Todos os espetáculos são de entrada livre, mas com levantamento obrigatório de bilhete no Theatro Gil Vicente, de terça feira a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, ou no próprio dia do espetáculo (no período de 1 hora que antecede o evento). O espaço estará preparado para receber 400 pessoas com todas as condições de segurança.

Fonte e imagem: CMB.

Músicos contornam quarentena e celebram a liberdade em tempos de pandemia

Abril 24, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O “triciclo” promoveu ligações inéditas entre artistas para criarem, à distância, canções sobre a Liberdade. A iniciativa “Em cada casa um amigo” juntou 16 músicos para criarem seis canções originais, que foram compostas e gravadas de forma caseira. As músicas vão ser lançadas a partir de 25 de abril nas redes sociais na iniciativa.



Para assinalar o 25 de abril, o ciclo de concertos “triciclo” desafiou vários artistas que já passaram pela sua programação para se juntarem e criarem canções sobre Liberdade. A partir de casa, os artistas trocaram ideias, tocaram e gravaram músicas inéditas para celebrar a liberdade em tempos de pandemia.

Conforme referido, o resultado vai ser lançado a partir de 25 de abril nas redes sociais, através do lançamento de um videoclipe por dia, que incluirá uma canção original criada por dois diferentes projetos. As músicas são lançadas entre 25 de abril e 30 de abril, sempre às 21h00.

“Em cada casa um amigo” é promovido pelo “triciclo”, um ciclo de concertos produzido pelo Município de Barcelos.

Para poder assistir ao lançamento e aos videoclipes, aceder a: https://www.facebook.com/triciclobcl/.

Fotos: DR.

“triciclo” junta Angélica Salvi e Conservatório de Música de Barcelos

Março 4, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No âmbito do serviço educativo do “triciclo”, Angélica Salvi vai trabalhar com alunos do Conservatório de Música de Barcelos. A apresentação deste espetáculo original está marcada para o próximo sábado, pelas 22h00, no Teatro Gil Vicente, em Barcelos. A entrada é livre.



O “triciclo” propôs mais um desafio à talentosa música para desenvolver um trabalho original com o Conservatório de Música de Barcelos, promovendo um momento de partilha e aprendizagem para todos os envolvidos. O espetáculo vai ter como ponte central o mais recente disco da harpista, “Phantone” (2019), que conquistou a crítica especializada.

A harpista espanhola Angélica Salvi está radicada no Porto desde 2011, dedica-se à improvisação, à música contemporânea e eletroacústica, explorando várias técnicas de preparação e amplificação do instrumento na busca de novos timbres e sonoridades. É harpista do Vertixe Sonora Ensemble, professora de harpa do Conservatório de Música do Porto e dirigente do Female Effects, projeto que trabalha peças acústicas ou eletrónicas de autoria feminina. Angélica Salvi tem desenvolvido um percurso multidisciplinar onde trabalha com a Sonoscopia, o Balleteatro ou Teatro do Frio. Convive em colaborações com improvisadores como Evan Parker, Butch Morris e Han Bennink ou com ensembles de música contemporânea como os holandeses Brokkenfabriek e RPM Electro Travelling Band ou o Portuense Remix Ensemble.

O Conservatório de Música de Barcelos é um estabelecimento de ensino particular cooperativo. A sua comunidade educativa engloba mais de 500 alunos com idades compreendidas entre os 4 anos e os 25 anos.

O concerto é de entrada livre. As reservas podem ser feitas no Teatro Gil Vicente e a lotação é limitada à capacidade da sala.

Fotos: DR.

“triciclo” promove noite de rock elétrico no Pavilhão Municipal

Fevereiro 17, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Os 10 000 Russos e os Gator, The Alligator vão tocar no Pavilhão Municipal de Barcelos a 22 de fevereiro. Os concertos estão inseridos na programação do “triciclo”, promovido pelo Município de Barcelos. Os bilhetes têm o custo de cinco euros e estão disponíveis nos locais habituais.



O trio português 10 000 Russos é uma presença incendiária e estimulante no submundo psicológico português e europeu. Sete anos depois de sua criação, a banda do Porto está a apresentar o seu mais recente LP “Kompromat“, editado pela Fuzz Club. O grupo liderado pelo barcelense João Pimenta (ex-Green Machine) aterra em Barcelos depois uma tour no final de 2019 onde percorreram mais de 50 salas pelo México e pela Europa.

Para abrir a noite, os Gator, The Alligator regressam à cidade natal já com o estatuto de serem um dos mais recentes casos de sucesso na exportação de rock made in’ Barcelos. Este será o concerto de celebração do fim da sua primeira tour europeia e ainda a despedida do primeiro disco “Life is Boring”.

O “triciclo” regressa em março, com o serviço educativo, que vai juntar Angélica Salvi e o Conservatório de Música de Barcelos, a 7 de março, no Teatro Gil Vicente. O regresso dos Evols vai marcar o encerramento do trimestre, a 21 de março, no Teatro Gil Vicente.

Imagens: DR.

Digressão de Chico Bernardes passa por Barcelos

Janeiro 31, 2020 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O brasileiro Chico Bernardes vai tocar em Barcelos a 7 de fevereiro. O Teatro Gil Vicente acolhe um dos dez concertos que o músico vai realizar na sua digressão de estreia em Portugal. O espetáculo insere-se no ciclo de concertos “triciclo”, promovido pelo Município de Barcelos.



Chico Bernardes vive em São Paulo e é um jovem compositor e instrumentista que, apesar da pouca idade, já carrega grandes vivências nas suas letras e melodias de caráter intimista, sentimental e introspetivo. É o irmão mais novo de Tim Bernardes (O Terno) e celebra a sua primeira digressão fora do Brasil para apresentar o seu mais recente álbum homónimo lançado pela editora brasileira “Risco” – casa de nomes como Maria Beraldo, O Terno, Ana Frango, Eléctrico e Sessa -, exibindo um registo folk estimulado por canções com uma sensibilidade singular.

Chico Bernardes tem como referência nomes como Bob Dylan ou Joni Mitchell e vai-se apresentar em palco com a simplicidade da voz e da guitarra.

Imagens: DR.

Ir Para Cima