Tag archive

União da Madeira

Gil Vicente visita União da Madeira e traz empate a 0 na bagagem

Fevereiro 4, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Jogo entre “aflitos” no Estádio do Centro Desportivo da Madeira, arbitrado por Bruno Rebocho (AF Lisboa), coadjuvado por António Franco e Rui Amaral. O 4º árbitro foi Pedro Mota (AF Lisboa). O União da Madeira, 16º e a 1 ponto da linha de água, enfrentou o Gil Vicente FC, 18º e a 1 ponto dos madeirenses (22 para 23 dos insulares).



Ricardo Chéu, treinador do União, apresentou Chastre, Allef, Nduwarugira, Ciss, Sylla (Peterson, 66’), Tiago Moreira (Júnior, 81’), Tiago Almeida, Miguel Lourenço, André Carvalhas (Betinho, 66’), Luan e Laércio no onze inicial. No banco ficaram Ravi, Flávio Silva, Mendy e Bruno de Morais.

Já Paulo Alves, treinador gilista, fez alinhar no onze inicial Rui Sacramento, Gabriel, Luiz Eduardo, Sandro, Dimba (João Vasco, 63’), Jonathan Rubio (Ricardinho, 93’), Aldaír, Alphonse, James Arthur (Miguel Abreu, 81’), Frédéric Maciel e Gonçalo Abreu. No banco ficaram Rafa Pires, Rui Faria, André Fontes e Fall.

O jogo foi muito repartido, sendo o resultado final o espelho disso mesmo. E, já agora, as estatísticas do jogo também. Senão, vejamos: os da casa tiveram mais posse de bola (56%-44%) e mais cantos (9-5). Já os gilistas tiveram mais remates (14-12) e mais faltas cometidas (12-11). Ambas as equipas tiveram dois jogadores admoestados com cartão amarelo (Miguel Lourenço, aos 47’, e Peterson, aos 88’, pelo lado dos unionistas; Alphonse, aos 40’, e Rui Sacramento, aos 93’, pelos gilistas) e nenhum com a cartolina vermelha.

Assim sendo, o Gil Vicente soma um ponto, ficando com 23, e na próxima jornada, dia 11 de fevereiro, pelas 11h15, com transmissão televisiva, recebe a candidata ao título e à subida, Académica de Coimbra.

Paulo Alves antevê jogo frente ao União da Madeira: “Em termos de motivação temos que ser superiores”

Fevereiro 3, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O treinador do Gil Vicente FC, Paulo Alves, fez o lançamento do próximo jogo, frente ao União da Madeira, a contar para a 23ª jornada da LEDMAN LigaPro, que se realiza no domingo, pelas 15h00, na Madeira.



Sobre o processo evolutivo da equipa, sob orientação da equipa técnica por si dirigida, Paulo Alves salientou “que a equipa tem respondido bem e tem já demonstrado, em termos de jogo coletivo, alguns dos conceitos que nós estamos a tentar introduzir. A equipa tem demonstrado já alguma qualidade e alguma preponderância nos jogos. Mas, de facto, temos que também olhar para as coisas de uma forma objetiva e direta, porque não estamos a fazer golos, não estamos a ter aquilo que nós todos, nesta altura, queremos, que são vitórias e pontos. Temos que, de uma forma competitiva, coletiva, organizada, chegar a esse mesmo golo e chegar às vitórias, que, acredito, irão dar a confiança e retirar a ansiedade que, neste momento, tolhe um bocado a lucidez e o raciocínio, para poder fazer as coisas bem feitas. Mas a equipa está consciente disso. Está a lutar por isso. Pior seria se isso não estivesse a acontecer. Acredito que é isso mesmo que falta: um clique e uma pontinha de sorte, também, que é fundamental nestas alturas que surja e que vire a situação aqui. Vamos acreditar nisso e fazer com que isso seja possível já no domingo”.

Sobre aquilo que o balneário tem sentido nestes últimos tempos, o treinador gilista referiu que os jogadores têm a “convicção de que estão a fazer coisas boas e os processos começam a espelhar-se em campo. Eles sabem disso, eles percebem isso. Nós falamos, em grupo, em relação a isso”. Já a vitória “não vai acontecer só porque nós estamos todos a contar que isso aconteça. Mais jogo, menos jogo, vai acontecer porque vamos continuar neste registo. Quando digo neste registo não é para fazer confusão. As coisas não estão bem. Não há como esconder. O otimismo reina nesse sentido. Mas precisamos de algo mais palpável, de golos e de pontos”.

Por fim, sobre o adversário do próximo domingo, uma equipa orientada, ainda esta época, por Paulo Alves, este ressalvou que “é um adversário que conheço bem, embora esteja também, à semelhança do Gil, em transformação. Entraram muitos jogadores novos. Será diferente daquilo que conheci”.

Mas o objetivo gilista passa apenas pela vitória. “O discurso tem que ser no sentido de vitória, de entrega, de capacidade de luta, independentemente daquilo que adversário possa colocar em campo, da questão dos modelos de jogo. Nós, respeitando todos os adversários, percebendo e analisando as capacidades de cada um, temos é que, sobretudo, em termos de motivação própria das equipas que querem ganhar, temos que ser superiores nesse sentido. E, se o formos, estamos mais perto de ganhar”.

Gil Vicente: capitão Ricardinho afirma que equipa vai reagir e já contra o União da Madeira

Fevereiro 2, 2018 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em declarações à Gil Vicente TV, o capitão do Gil Vicente FC, Ricardinho, “deu a cara” pelo grupo de trabalho e lançou o jogo do próximo domingo à tarde, frente ao União da Madeira, a contar para a 23ª jornada da LEDMAN LigaPro.



Sobre o momento atual da equipa, que já não vence há 11 jornadas, sendo a última vitória datada de 28 de outubro de 2017, na receção ao SL Benfica B, na altura, vencendo por 4-0. Desde então, amealhou 6 derrotas e 5 empates, Ricardinho afirma que “é um momento negativo, é uma fase má que o clube está a passar. O grupo está unido. Estamos a trabalhar muito forte e vamos dar uma resposta muito boa. Vamos ter uma reação muito positiva daqui para frente”, referiu. Ele que se afirmou como sendo “o porta-voz da equipa, venho ‘dar a cara’”.

A fase menos boa por causa dos resultados toca “no nosso orgulho e como nos toca e toda a gente duvida do nosso trabalho e do nosso valor, vamos ter uma reação, para que essas pessoas não o voltem a fazer. Porque toda a gente sabe que o futebol é de resultados. Daqui para a frente ninguém vai duvidar de nós porque os resultados vão ser muito mais positivos”, salientou.

Dizem os especialistas que as épocas podem ter momentos menos bons e Ricardinho não esconde que os gilistas estão a passar por uma. “Há momentos menos bons em todas as épocas. Este foi o nosso. É um momento menos bom, se calhar, mais um pouco prolongado. Como já disse, vamos reagir e vamos ter uma resposta muito positiva”, afirmou.

Sobre o estado de espírito do grupo, o capitão é peremptório: “O treinador diz para nos unirmos porque as coisas vão acabar por sair. Tivemos dois ou três jogos que fomos melhores do que o adversário mas tivemos uns resultados menos positivos. Mas estivemos melhores do que os adversários e a parte psicológica abalou um bocadinho, mas agora vamos reagir e os resultados vão ser muito mais positivos”.

Sobre o próximo adversário, Ricardinho referiu que “é uma equipa que já defrontámos duas vezes esta época. Logo no segundo jogo para a Taça da Liga e para o campeonato, aqui, logo a seguir. Perdemos lá e ganhámos cá. É um adversário complicado. É um confronto direto que vamos ter. Vamos entrar fortes e vamos lá à Madeira para vencer.

Paulo Alves confirmado como novo treinador do Gil Vicente

Dezembro 28, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Está confirmada a notícia, avançada por vários órgãos de comunicação social, sobre a contratação de Paulo Alves como novo treinador do Gil Vicente, rescindindo este o contrato que tinha com Jorge Casquilha. O novo treinador até já treinou a equipa no treino de ontem, sendo que a composição final da sua equipa técnica ainda está a ser tratada.



Tal como Jorge Casquilha, o vila-realense Paulo Alves tem uma longa história de ligação ao clube, quer como jogador, quer como treinador, mas, igualmente, à cidade. De recordar que Paulo Alves rescindiu em outubro passado com o União da Madeira.

Foto: DR.

Gil Vicente derrota União da Madeira com golo perto do fim

Agosto 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora




Em jogo disputado hoje, no Estádio Cidade de Barcelos, a contar para a 4ª jornada da LEDMAN Liga Pro, o Gil Vicente recebeu o União da Madeira e venceu por 1-0, com um golo apontado mesmo perto do final do tempo regulamentar.

O Gil Vicente, treinado por Jorge Casquilha, alinhou com Rui Sacramento, Gonçalo Duarte, Sandro, Vítor Tormena, Luís Tinoco, Gastón Camara, (Fall, 55’), André Fontes, (João Pedro, 70’), Jumisse, James Igbekeme (Jonathan Rubio, INT), Rafael Batatinha e Rui Miguel. No banco ficaram Júlio Neiva, Henrique, Rui Faria e Miguel Abreu.

Já o União da Madeira, treinado pelo bem conhecido de Barcelos, Paulo Alves, alinhou com Tony, Sylla, Allef, Romaric, Laércio, Júnior, Ciss (Gonçalo Abreu, INT), Sidy Sagna, Micael, Rodrigo Henrique (Danilo Dias, 79’) e Luan (Flávio Silva, 76’). No banco ficaram Chastre, Mendy, Sérgio Marakis e Paulo Vasconcelos.

Na vertente disciplinar, o árbitro Luís Godinho (AF Évora) admoestou com cartão amarelo Gonçalo Duarte (24’), André Fontes (45’), Jonathan Rubio (79’) e Sidy Sagna (87’).

O jogo foi sempre bem disputado, chegando ao intervalo com uma igualdade a 0. Mesmo perto do final, aos 88 minutos, de livre direto, Luís Tinoco estabeleceu o resultado final em 1 para os gilistas, 0 para os unionistas da Madeira.

No final da partida, Jorge Casquilha referiu, em conferência de imprensa, que o resultado acabou por ser justo porque “quem marca é quem ganha”. Na ótica do treinador, o Gil fez uma primeira parte de qualidade, onde teve hipóteses de chegar ao golo. Na segunda parte, tiveram mais dificuldades, “emocionalmente, a equipa perdeu um pouco o controlo” e acabaram por ter a “sorte do jogo” ao fazer o golo de bola parada. No final, com cinco avançados, a equipa acabou por ficar desequilibrada, passando por alguns calafrios e, com alguma sorte, acabaram por ganhar. Noutros jogos não tiveram sorte e não ganharam, desta vez foi diferente e ganharam o jogo.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu ao 6º lugar, quando ainda não se disputaram todos os jogos desta jornada, com 7 pontos em 4 jogos.

Fotos: GVFC e CFU.

 

Gil Vicente-União: Casquilha acredita em equipa forte para conseguir primeira vitória em casa

Agosto 22, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora




Amanhã, pelas 16h00, no Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente recebe o CF União da Madeira em jogo a contar para a 4ª jornada da LEDMAN LIGA PRO (2ª Liga).

O treinador gilista, Jorge Casquilha, em declarações à Gil Vicente TV – novo projeto de comunicação do clube barcelense – salientou que acredita que “vamos estar, de certeza, muito fortes novamente em casa, como estivemos no último jogo. Excetuando o resultado, a equipa esteve muito bem, teve um comportamento fantástico e acredito que amanhã vamos, outra vez, aparecer muito fortes e a querer dar uma alegria aos nossos adeptos, somando a primeira vitória em casa”.

Quanto ao adversário, vindo da Madeira, Casquilha ressalva que “é um adversário muito difícil, como todos nesta divisão. Vem muito moralizado pelas duas vitórias que teve em casa, pela posição que ocupa na tabela e irá, certamente, criar-nos muitos problemas. Mas acredito que nós iremos colocar muitos problemas ao União e a nossa única intenção é somarmos 3 pontos, sabendo que vai ser um jogo complicado, como todos nesta divisão”.

Já sobre a determinação da equipa, assim como a gestão dela, devido aos muitos jogos num curto espaço de tempo, o treinador gilista afirmou que “a determinação é sempre a mesma mas é lógico que o processo de treino tem que se ajustar aos 3 jogos em 9 dias e, neste momento, passamos numa fase mais de competição e recuperação do que outra coisa. Jogámos na Póvoa, recuperámos para este jogo e a seguir iremos recuperar para o próximo jogo em Coimbra. É mais essa gestão ao nível de treino. A nível de concentração, foco, está completamente bem definido na cabeça de toda a gente que todos os jogos são para ganhar e este não foge à regra”.

Por fim, sobre a evolução da equipa e a retificação de problemas, nomeadamente, ao nível da concretização, Casquilha esclareceu que “avançámos muito esta semana e já na semana anterior o fizemos, no processo de finalização. Sentimos que a equipa está bem, está a jogar bem, está a criar oportunidades, simplesmente não está a finalizar. Temos que trabalhar sobre esse aspeto para que a equipa possa finalizar as oportunidades que cria porque, neste momento, o que nos está a faltar mesmo é a componente de finalização senão estaríamos numa posição muito mais confortável na tabela do que estamos hoje”, finaliza o treinador gilista.

O Gil Vicente ocupa a 10ª posição da classificação, com 4 pontos em 3 jogos. Para este jogo, os bilhetes para sócios custarão 3 euros, sendo que na compra de 2, o preço é de 5 euros. Os jovens até aos 16 anos não pagam e para o público, 15 euros para a Bancada Poente Superior, 10 euros para a Poente Inferior e 5 euros para a Bancada Nascente.

Formação: Gil Vicente com derrota caseira e empate forasteiro

No futebol de formação, a equipa de Juniores A (sub-19) abriu o campeonato com uma derrota caseira frente ao CD Aves, por 1-3. Já a de Juniores B (sub-17), iniciou a caminhada com um empate em Moreira de Cónegos, a 2 bolas, frente ao Moreirense.

Imagens: GVTV.

Taça CTT: Gil Vicente começa a ganhar mas cai na Madeira frente ao União

Julho 30, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Em jogo disputado hoje, no Centro Desportivo da Madeira, em Ribeira Brava, o Gil Vicente Futebol Clube acabou eliminado da Taça CTT (“Taça da Liga”), sendo derrotado pelo CF União da Madeira, por 2-1.

A equipa gilista, treinada por Jorge Casquilha, alinhou de início com Rui Sacramento, Ricardinho, Vítor Tormena, Luiz Eduardo, Luís Tinoco, Jumisse, Miguel Abreu, Jonathan Rubio, João Pedro, Fall e James Igbekeme.

Ao intervalo o resultado mostrava um nulo no marcador mas as redes das balizas começaram a mexer no segundo tempo, logo aos 52 minutos, com o jovem Jonathan Rubio a adiantar os forasteiros de Barcelos. Está de “pé quente” neste início de temporada, o hondurenho de 20 anos.




No entanto, a equipa da casa, treinada pelo bem conhecido em Barcelos, Paulo Alves, acabou por dar a volta ao resultado, com dois golos do brasileiro Luan, aos 76 e 87 minutos.

Assim, a equipa barcelense fica fora da próxima fase desta competição mas sem antes ter conseguido uma grande vitória na Póvoa de Varzim e na Madeira ter sido derrotada apenas nos minutos finais. De relembrar que o sorteio não foi “amigo” do Gil Vicente, pois teve que realizar os dois jogos fora de casa.

Agora, as baterias apontam para o jogo de apresentação aos sócios e simpatizantes, assim como a disputa de Taça Caixa de Crédito Agrícola, frente ao Futebol Clube do Porto, equipa que tem no seu plantel o guarda-redes barcelense João Costa.

Foto: GVFC/DR.

Gil Vicente entra a ganhar na Taça CTT, a “Taça da Liga”

Julho 23, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

O Gil Vicente FC derrotou hoje, no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim, a equipa local, por 1-2, em jogo a contar para a primeira fase da Taca CTT, vulgarmente conhecida por “Taça da Liga”.

O jogo iniciou às 18h00, tendo o Gil Vicente alinhado de início com Rui Sacramento, Ricardinho, Vítor Tormena, Luiz Eduardo, Luís Tinoco, Miguel Abreu, Jumisse, Jonathan Rubio, João Pedro, Fall e Igbekeme.

Já o Varzim alinhou de início com Paulo Vítor, Tiago Valente, Romeu, Nelsinho, Jairo Jiménez, Luís Olímpio, Vasco Cruz, Mário Sérgio, Jeferson, Fábio e Ruan Teles.

O jogo chegou ao intervalo com um empate a 0, sendo o Varzim a primeira equipa a marcar, por intermédio de Nelsinho, aos 50m. Mas passados cerca de 2 minutos, o jovem hondurenho Jonathan Rubio restabeleceu a igualdade. Este mesmo jogador, aos 65m, estabeleceu o resultado final, marcando o seu segundo golo do jogo, e do Gil Vicente, num golo de canto direto.




Assim sendo, o Gil Vicente consegue passar esta eliminatória, jogando fora de casa e eliminando o Varzim. Na próxima ronda, ironicamente, defrontará o União da Madeira, clube orientado na época passada pelo treinador gilista Jorge Casquilha. O jogo será, novamente, fora de casa, desta feita na Madeira.

Foto: GVFC.

Gil Vicente apresenta Luís Tinoco e Miguel Abreu

Junho 5, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No passado dia 01 de junho, o Gil Vicente FC oficializou a contratação do lateral esquerdo Luís Tinoco para as próximas duas épocas. De acordo com o clube, Luís Tinoco era um desejo do treinador Jorge Casquilha, técnico que orientou o atleta na época passada no União da Madeira.

Luís Tinoco com Mário Faria (diretor desportivo)
Luís Tinoco com Mário Faria (diretor desportivo)

Luis Tinoco é natural de Barcelos, e por esse motivo, assinar pelo Gil Vicente “(…)significa regressar às minhas origens. Sou da terra e foi aqui que comecei a dar os meus primeiros passos no futebol”, referiu o jogador à página oficial do GVFC.

À referida página, o novo jogador do Gil Vicente revela que o projeto que lhe foi apresentado foi decisivo para ter escolhido o clube barcelense. “ O facto de poder voltar a representar o clube da minha cidade foi uma grande motivação, e claramente também, o grande projeto que esta nova direção tem para o clube”, salientou.




Entretanto, hoje, dia 05 de junho, o clube gilista apresentou mais um reforço. Desta feita, foi Miguel Abreu, médio defensivo de 23 anos de idade, que representava o Armacenenses, do Campeonato de Portugal, onde marcou 6 golos. O jogador assinou um contrato válido por 3 temporadas.

Miguel Abreu com Mário Faria (diretor desportivo)
Miguel Abreu com Mário Faria (diretor desportivo)

À página do clube, Miguel Abreu referiu que era um “momento fantástico na minha carreira. Vir para o Gil Vicente significa ter uma enorme oportunidade de mostrar o meu potencial. Prometo empenhar-me ao máximo para fazer parte do projeto de crescimento do Gil Vicente”.

Miguel Ângelo Danif Carvalho Abreu nasceu em 01-10-1993. Já representou clubes como o Paio Pires FC, Arrentela, Amora, Moura e Armacenenses. O Gil Vicente é, por isso, o “maior desafio” deste jogador.

 

Fonte e imagens: Gil Vicente FC.

Jorge Casquilha apresentado no Gil Vicente

Maio 31, 2017 em Atualidade, Concelho, Desporto, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

Jorge Casquilha foi apresentado hoje, pelas 17h00, como novo treinador da equipa principal do Gil Vicente Futebol Clube.

Tal como referido em notícias anteriores, este é um regresso de alguém que já conhece “os cantos à casa”, tendo a sua apresentação merecido a presença do novo Presidente da Direção do clube gilista, Francisco Dias da Silva, que assegurou que Casquilha é um treinador que se encaixa na mentalidade do clube e que, por tal, não hesitou na sua contratação. “É o melhor para o nosso projeto. Com o Casquilha queremos ganhar mais do que perder”, salientou Dias da Silva.

Como jogador, Casquilha representou o Gil Vicente Futebol Clube entre as épocas de 1997-98 e 2004-05.“Este foi um convite que me honrou muito. É um orgulho enorme regressar a esta casa. Prometemos lutar ao máximo e colocar o clube a lutar sempre pela primeira fase da tabela”, referiu o novo técnico gilista.

Jorge Casquilha será acompanhado por uma equipa técnica composta por Manuel Ribeiro (Xabregas), Cristiano Sousa e Maykel Sousa. Já Mário Faria (à esquerda na foto de destaque) será o Diretor desportivo do Gil Vicente Futebol Clube.

Fonte e imagem: Gil Vicente FC.

Barcelense Luís Tinoco pode estar de volta a casa

Em notícias veiculadas por alguns órgãos de comunicação social desportiva, Luís Tinoco pode estar a caminho de seguir Jorge Casquilha e assinar pelo Gil Vicente, ou seja, vem proveniente do mesmo clube: União da Madeira.

Luís Fernando Gonçalves Fernandes Tinoco é barcelense, nascido a 17-10-1986 (30 anos) e ocupa, preferencialmente, o lugar de defesa-esquerdo.

Luís Tinoco
Luís Tinoco

Fez a sua formação no Gil Vicente, de onde saiu, emprestado, para o Valdevez e, depois, para o Vianense. Seguiu-se uma aventura em Itália, no AS Liberty, retornando, um ano depois, ao Vianense. Se seguida, representou o Beira-Mar, Moreirense, Estoril, Naval, Arouca, Tondela e União da Madeira.

O contrato será de dois anos e Luís Tinoco chegará “a custo zero”. No entanto, esta notícia ainda carece de confirmação.

Foto: União da Madeira.

Ir Para Cima