Tag archive

Violência de Género

Webinar “Olhar a Violência a partir da Cidadania – Espaço e género, a experiência de crianças e jovens em contexto escolar”

Abril 9, 2021 em Atualidade, Educação, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) é um organismo nacional responsável pela promoção e defesa do principio da igualdade entre homens e mulheres, principio fundamental da Constituição da República Portuguesa, procurando responder às profundas alterações sociais e políticas da sociedade em matéria de cidadania e igualdade de género.

A CIG promove no dia 12 de abril um Webinar , “Olhar a Violência a partir da Cidadania – Espaço e género, a experiência de crianças e jovens em contexto escolar” do Projeto EEA Grants Oficina dos Afetos – Educar para a Igualdade, promovido pela Questão de Igualdade, através do Programa Conciliação e Igualdade de Género.

No mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, esta iniciativa conta com a presença das seguintes oradoras: Joana Marteleira – CIG | Programa EEA Grants Conciliação e Igualdade de Género; Joana Pestana Lages – Investigadora no DINÂMIA_CET.ISCTE e associada-fundadora das “Mulheres na Arquitetura”; Ana Carolina Ferraz – Doutoranda em Estudos de Género pela Universidade de Lisboa/UNL e Professora CEFET/RJ, Brasil.

Formulário de inscrição aqui.

Fonte|Foto: CIG

Projeto CHEGA promove ação de sensibilização contra a violência no namoro e/ou de género

Junho 28, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Educação Por barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 10 de julho, entre as 9h00 e as 12h00, no Colégio La Salle, em Barcelos, o projeto CHEGA promove uma Ação de Sensibilização para Agentes Educativos no domínio da Violência no Namoro/Género.



Esta ação tem como população alvo professores, pessoal não docente, técnicos de instituições, entre outros profissionais interessados na temática, tendo como objetivo “facilitar a consciencialização e a sensibilização relativamente à violência de género/namoro e promover uma melhor compreensão do fenómeno, das dinâmicas e processos associados, dotando os agentes educativos de diferentes formas e estratégias de intervenção junto dos jovens, assumindo-se como um elemento pertinente na capacitação destes, salientando as estratégias de perceção, aquisição e desenvolvimento de competências de despistagem e atuação perante situações de violência no namoro por parte dos jovens”, refere o projeto em nota.

Apesar de se tratar de uma ação gratuita é necessária a realização de inscrição prévia para assegurar a vaga neste evento. As inscrições podem ser realizadas através do seguinte link (basta clicar para aceder automaticamente): https://goo.gl/forms/BzR2Ueidztrrl2g13.

Para mais informações, pode, igualmente, consultar www.chega.sopro.org.pt ou enviar e-mail para chega@sopro.org.pt. Ainda pode consultar a página do projeto no Facebook, em www.facebook.com/projetochega ou usar os contactos 96 366 7175 / 253 837 259.

Fonte e imagem: CHEGA.

Hoje há concentração em Braga Contra a Violência Doméstica

Maio 14, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo, Política Por barcelosnahorabarcelosnahora

Dezenas de pessoas juntam-se, em Braga, Contra a Violência Doméstica e em homenagem às mulheres assassinadas em Portugal, vítimas de violência género.



Esta concentração é organizada por um grupo de técnicas/os de apoio à vítima de instituições públicas e privadas do distrito de Braga, e vai realizar-se esta segunda-feira, dia 14 de maio, pelas 17h00, numa ação pública de sensibilização sobre a temática da violência doméstica, na Avenida Central em Braga.

Com esta iniciativa pretende-se assinalar os 18 anos da alteração do Código Penal que determinou que a Violência Doméstica passasse a figurar como um crime público, alteração essa que, em 2000, foi aprovada por unanimidade por todos os partidos com assento na Assembleia da República.

A iniciativa, que consistirá numa performance, “pretende, sobretudo, chamar a atenção para uma problemática que todos os anos continua a fazer dezenas de vítimas mortais, dados que serão evocados no evento como forma de salientar os números sangrentos de quase duas décadas deste crime público em Portugal”, salientam os organizadores em nota.

Os técnicos envolvidos nesta iniciativa acabam de concluir o Curso TAV (Técnicos de Apoio às Vítimas), promovido pela UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta), entidade que há mais de 40 anos iniciou em Portugal uma intervenção pioneira nas áreas do feminismo e da igualdade de género, sendo responsável, nomeadamente, pelo Observatório de Mulheres Assassinadas, cujo trabalho permite a identificação e registo das vítimas de violência doméstica a cada ano em Portugal.

“Porque a maioridade desta Lei sem a consequente diminuição de ocorrências nos torna mais responsáveis a todos/as enquanto cidadãos e cidadãs, saímos à rua neste dia”, terminam.

A organização, como referido, está a cabo de Formandas e Formandos da formação de agentes qualificados/as que atuem no domínio da Violência Doméstica e/ou da prevenção da vitimização ou revitimização desta – Técnicos/as de Apoio à Vítima, desenvolvida no âmbito do projeto “Norteando a Igualdade de Género”, POISE-03-4436-FSE-000363 – Formação de públicos estratégicos, financiado pelo POISE, Portugal 2020 e União Europeia.

Imagem: DR.

 

Ir Para Cima