Tag archive

Zeca Afonso

Festival “Convergências” em Braga e Galiza evoca Zeca Afonso e Rosalía de Castro

Abril 16, 2021 em Atualidade, Concelho, Cultura, Europa Por barcelosnahorabarcelosnahora

As localidades de Braga e Ponteareas e Padrón, estas duas na Galiza, vão acolher, de 19 de abril a 09 de maio, o festival luso-galego “Convergências”, com uma dezena de atividades de música, teatro e literatura, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Universidade do Minho (UMinho) refere que o festival, nesta sétima edição, prestará tributo ao cantor Zeca Afonso e à escritora Rosalía de Castro.

O festival integra-se no programa de Braga 2021 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico.

Cristina Branco, Uxía, Óscar Ibáñez e Manuel Freire são alguns dos artistas do programa.

A organização cabe ao Centro de Estudos Galegos (CEG) da UMinho e ao grupo Canto d’Aqui, com o apoio dos municípios de Braga e Pontearias, bem como da Xunta da Galiza, em Espanha.

O programa arranca na próxima segunda-feira, às 19:00, no Altice Forum Braga, com uma arruada dos Bomboémia e o concerto folk dos Canto d’Aqui e do gaiteiro Óscar Ibañez & Tribo.

Este evento abre a Braga 2021 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico.

Já o Centro de Juventude de Braga acolhe no dia 23, às 19:00, um tributo a Rosalía de Castro, com o fado de Cristina Branco e Uxía Senlle e, na manhã seguinte, a narração oral “Estórias familiares” do ator Quico Cadaval.

No dia 25 de abril, às 11:00, evoca-se no Theatro Circo a Revolução dos Cravos e Zeca Afonso, com os cantores de intervenção Manuel Freire e Francisco Fanhais, ladeados por Jorge Cruz ao piano e pelas vozes dos Canto d’Aqui.

O mesmo local vai ser palco no dia 30, às 19:00, da peça teatral “A Fronteira”, pela companhia galega Furabolos.

As atividades em maio decorrerão na Galiza, a primeira das quais no dia 07, no auditório principal de Ponteareas, com o lançamento do livro “Alfredo Guisado. Xente d’a Aldea e Outros Textos das Orixes”, de Carlos Pazos-Justo, sobre o poeta que levou a Galiza a Fernando Pessoa.

O dia terminará com as “Estórias familiares” narradas por Quico Cadaval.

Na noite seguinte, é a vez de ouvir naquele mesmo espaço as canções de Abril e polifonias tradicionais do Minho, através do Grupo Folclórico da UMinho e dos Canto d’Aqui.

Estes dois grupos assegurarão ainda o concerto de encerramento, dia 09 de maio, na Fundação Rosalía de Castro, em Padrón, aliando canto, dança, interpretação e poesia.

As atividades previstas podem sofrer alterações caso haja uma “eventual reconfiguração” do contexto pandémico.

Fonte: Lusa

Espetáculo “Casa Clandestina” no Teatro Gil Vicente

Janeiro 29, 2018 em Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo Por barcelosnahorabarcelosnahora

No próximo dia 03 de fevereiro, pelas 21h30, no Teatro Gil Vicente, realiza-se o espetáculo musical “Casa Clandestina”, com Hélder Costa, Daniel Pereira e Mário Gonçalves a “visitarem” o primeiro álbum do saudoso Zeca Afonso, com material composto depois da Revolução.



Os músicos proporcionam um concerto intimista, com novos arranjos dos temas que compõem o álbum “Com as Minhas Tamanquinhas”, num espetáculo que acontece 31 anos após o desaparecimento do Zeca Afonso e 25 anos depois do seu último grande concerto, no Coliseu dos Recreios.

A entrada terá o custo de 3 euros, não estando ao abrigo do Cartão Quadrilátero. Mais informações em tgv@cm-barcelos.pt ou telf. 253809694.

Fonte e imagem: AB.

Ir Para Cima