Tecnologia ajudou no resgate dos “javalis” na Tailândia

Julho 29, 2018 Atualidade, Concelho, Cultura, Mundo
Diogo Sendim Lourenço

Além de todo o empenho de uma imensa equipa de militares, polícias, mergulhadores, analistas internacionais e voluntários, o complexo trabalho de resgate contou com a ajuda de uma série de novas tecnologias.



A partir de uma tecnologia de conetividade, a Huawei permitiu que o grupo de jovens presos na gruta de Tham Luang, na Tailândia, pudesse comunicar com as suas famílias. Chamada de eLTE, a solução é de rápida instalação e é ideal para ser usada em locais inalcançáveis por redes de comunicação pública e situações de emergência. Esse sistema inclui estação base, antena e fornecimento de energia próprio, todos pré-configurados para uma instalação rápida e capaz de atender emergências.

A iniciativa voluntária da empresa chinesa Huawei permitiu que os familiares ajudassem, de alguma forma, no processo de resgate do treinador e dos meninos, uma vez que o apoio emocional e a proximidade com a família são essenciais nesse período.

Drones equipados com câmaras termais também ajudaram a detetar possíveis entradas de acesso à gruta que estava alagada. Um robô aquático foi enviado para fornecer informações sobre a profundidade da água e as condições da caverna.

Por: Diogo Sendim Lourenço*.

(* A redação do artigo de opinião é única e exclusivamente da responsabilidade do autor)

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Pin It on Pinterest

Shares
Share This

Partilha esta Notícia

Partilha com os teus amigos

Ir Para Cima