Viana do Castelo inicia “desconfinamento cultural” com 30 eventos controlados

Junho 16, 2021 Atualidade, Concelho, Cultura

Viana do Castelo começa este mês o “desconfinamento cultural” com a realização, até agosto, de 30 eventos, a maioria gratuitos e todos em espaços com entrada controlada, num investimento municipal entre os 100 e os 120 mil euros.

“Queremos transmitir à população uma mensagem de que é seguro participar nos eventos culturais e é o momento de começar a desconfiar para a cultura, porque os artistas precisam do nosso apoio e têm necessidade de ter os espetáculos preenchidos e recheados depois de terem estado mais de um ano sem espetáculos, sem trabalhar”, referiu hoje a vereadora dos Equipamentos Culturais, Carlota Borges.

A responsável, que falava em conferência de imprensa no Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa para apresentar a programação cultural para este mês, julho e agosto, sublinhou que todos os espetáculos irão decorrer em espaços com entradas controladas e que implicam aquisição antecipada dos bilhetes.

O Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa, o Teatro Municipal Sá de Miranda, os antigos Paços do Concelho, o Museu do Traje, o de Artes Decorativas, a Pousada da Juventude, o Centro Cultural, capelas e igrejas são alguns dos espaços que vão receber eventos de dança, música, teatro e exposições.

A lotação vai oscilar entre os 30 e os 2.000 lugares, sendo que a “maioria serão gratuitos”.

“A Câmara fará esse investimento porque entendemos que as pessoas não estão numa situação fácil. Nós queremos quer apoiar a população, quer apoiar os artistas. Por isso a maioria dos espetáculos serão gratuitos”, referiu Carlota Borges.

Os concertos que serão pagos decorrerão no Centro Cultural da cidade, com lotação para 2.000 pessoas, como é o caso do Festival de Jazz, em julho, o espetáculo dos 40 anos do grupo local Jarojude e o concerto de Pedro Abrunhosa, estes últimos em agosto.

Já este sábado, o Teatro Sá de Miranda recebe, às 21:30, o concerto “Descobrir Noronha”, pela Sinfonietta de Braga.

Na sexta-feira, nos antigos Paços do Concelho, é inaugurada a exposição “União Europeia e as suas Instituições”.

A programação termina em agosto com exposições nos museus do Traje e de Artes Decorativas.

A vereadora Carlota Borges sublinhou que a programação hoje apresentada não incluiu outros eventos culturais que irão decorrer na cidade, como a Feira do Livro e as Festas de Nossa Senhora d’Agonia, cuja apresentação será feita oportunamente.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.824.885 mortos no mundo, resultantes de mais de 176,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.049 pessoas dos 859.045 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Fonte: Lusa

Foto: @roblaughter

PUB

218910333_904017513661701_8501182798823808285_n-1.png

PUB

Captura-de-ecra-2021-04-12-as-11.19.30.png

PUB

Claudia-Campanha-Bnh.jpg

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Últimas de

Ir Para Cima